Busca

Carregando...

quarta-feira, 28 de maio de 2008

Baixaki contrata Analista de Conteúdo em Curitiba

O site não especifica exigência de graduação, mas pela função e pelos pré-requisitos é serviço para jornalista da área de tecnologia e/ou profissional de tecnologia que escreva bem. Há também uma vaga para estagiário de programação com conhecimento em PHP/MySQL. As inscrições estão abertas aqui.

Por falar nisso, não duvido nada que seja difícil, até mesmo para um site popular como o Baixaki, encontrar um bom profissional de texto especializado em tecnologia. Sinceramente, leio muitos blogs e sites sobre tecnologia e percebo que a maioria dessas páginas "estupra" a língua portuguesa, isso porque seus autores geralmente são tecnólogos, analistas de sistema, designers ou meros internautas curiosos. Atenção! Eu disse maioria, não disse todas!

Nada contra esse profissionais, afinal, eles nem tiveram formação adequada para serem bons escritores. Porém, alguns webwriters, mesmo não tendo curso de Comunicação ou Letras, conseguem manter a qualidade de seus textos estudando nossa língua e revisando seus textos antes de publicá-los. Já existem livros sobre webwriting[bb] especialmente para esses profissionais que "caíram na web de pára-quedas" e precisam aprender a escrever bem.

Há ainda uma fatia de webwriters que se identifica como jornalista só porque escreve em um site. Dá dó! Dó de mim, é claro, que fiz quatro anos de faculdade e tenho minha credibilidade arranhada porque uma galera mais ou menos virou "jornalista" porque abriu um blog ou coisa parecida.

Concordo que escrever em português não é nada fácil. Eu mesmo só atualizo este blog com o Dicionário Aurélio aberto. (Neste texto, por exemplo, consultei para ver se pára-quedas e caíram tinham acento mesmo.) Agora tenho mais preocupação também com meus leitores de Portugal e evito expressões regionais sem pelo menos um link que possa explicar melhor.

São Francisco de Sales, rogai por nós!

Posts relacionados