Busca

Carregando...

domingo, 14 de setembro de 2008

Diário da Manhã plagiou membro do #BloGYN?

Sim e não. Vamos por partes…

  1. Christian publicou um texto inteligente e divertido sobre o vocabulário dos goianos. Intitulado de Dicionário Goianês, o texto fez sucesso e foi sendo distribuído pela web: enviado por e-mail, copiado e reproduzido em outros blogs. Só que na web tem muita gente que, diferente de nós que passamos meses e meses em uma universidade estudando sobre ética, direitos autorais e etc… não sabe nem o que é ética e muito menos plágio.
  2. Resultado: este post hoje está em diversos blogs e a maioria não colocou o link ou o nome do autor. Estes são alguns dos blogs que usaram o texto sem citar a fonte. Ôba! Este aqui citou e este também!
  3. Não demorou muito para alguém colocar o famoso dicionário na Desciclo.pédia, que é uma versão irônica da Wikipédia e funciona da mesma forma: conteúdo colaborativo onde todo mundo pode editar, acrescenter, corrigir…

  4. Um(a) jornalista viu, achou engraçadinho e deduziu que, como estava em um site wiki, o texto realmente era uma criação coletiva, então copiou e colou no jornal colocando o link para a página onde achou o texto.

De quem é a culpa:

  1. Da falta de punição no Brasil para os criminosos que praticam o plágio.

  2. Do "jeitinho brasileiro" que faz alguns blogueiros acreditarem que se colarem um texto legal em seu blog sem colocar o verdadeiro autor ninguém vai descobrir que é plágio, vai elogiar "o texto dele" e dizer que "ele é o tal".
  3. Da falta de tempo dos jornalistas que têm que fazer tudo com pressa e muita coisa fica mal feita por falta de revisão.
  4. Do Christian, que deveria ter acompanhado o sucesso do texto dele e conversado amistosamente com os blogueiros plagiadores fazendo troca de links. Alguns desses criminosos o são por ignorância mesmo, nem devem saber que o texto tem dono.
  5. A culpa é do Christian mais uma vez porque foi omisso, deveria ter editado o texto dele na Desciclopédia colocando seu link, mas mesmo depois de ver o link no jornal ele não fez. Fui eu quem se deu ao trabalho de fazer isso, hoje, sete dias depois da publicação do jornal.

Assunto polêmico, né? Veja a opinião do próprio Christian sobre o plágio do DM.

Para ver o Dicionário Goianês no DM, entre na edição 7611 e depois clique (no menu da esquerda) em DM Revista.

Posts relacionados