sexta-feira, 19 de setembro de 2008

O Twitter, eu e #BloGYN

Twitter Bird

Comecei a escrever este post antes do meu amigo Rodrigo Alves ter escrito essa pérola sobre o Twitter no blog dele:

"Mas aí fiquei muito surpreso quando descobri que o twitter na verdade serve para nada." Rodrigo Alves

Simples assim? Eu, por exemplo, não costumo jogar dinheiro fora indo ao cinema e, portanto, para mim não tem nenhuma utilidade. Nem por isso vou chegar aqui no blog e dizer:

"Mas aí fiquei muito surpresa quando descobri que o cinema na verdade serve para nada."

Não assisto televisão também, nem aparelho de TV tenho em casa:

"Mas aí fiquei muito surpresa quando descobri que a televisão na verdade serve para nada."

Para que servem histórias em quadrinhos de super-heróis?

"Mas aí fiquei muito surpresa quando descobri que história em quadrinhos de super-heróis na verdade serve para nada."

Seriado americano, então?! Fico boiando quando começam esse assunto:

"Mas aí fiquei muito surpresa quando descobri que seriado americano na verdade serve para nada."

Tá, mas vamos tirar o foco da opinião do ranziza do Rodrigo. Vou contar aqui, e para quem realmente está disposto a descobrir, qual utilidade o Twitter tem para mim.

  1. Divulgue seu blog no Twitter
  2. Como blogueiro e jornalista (assim como eu), se ele tivesse pesquisado mais antes de postar, teria descobrido descoberto que o Twitter, principalmente com a ajuda do TwitterFeed é uma mão na roda na divulgação de blogs. O Twitter é a minha segunda fonte de cliques, perdendo só para o Google. Se você já tem intimidade com feeds vai achar o TwitterFeed bem fácil de usar, aqui tem um post para ajudar, mas se ainda tiver alguma dúvida comenta aí.

    Com o TwitterFeed é possível manter seu Twitter atualizado sem acessá-lo. Não recomendo, mas muita gente faz assim.

  3. Compartilhador de links

    Depois que você adiciona a sua rede as pessoas "certas", que seriam (supostamente) aquelas que têm interesses parecidos com os seus, o compartilhamento de links no Twitter se torna muito interessante e proveitoso.

  4. Oportunidades de trabalho

    Já escrevi um post sobre isso aqui, vale a pena ler de novo. Para quem é freelancer as oportunidades de trabalho chegam principalmente por meio dos contatos. Eu também já divulguei algumas vagas de trabalho no Twitter. O Rodrigo não precisa disso, é um jornalista talentoso e desde que ele entrou na Organização Jaime Câmara não precisa se submeter a isso, sem falar que ele não é um profissional de web, como a maioria dos twitteiros.

  5. Transformar contatos virtuais em amigos reais

    Apesar de eu não ter feito isso porque ainda na infância pulei as lições de sociabilidade e virei um tatuzinho medroso, sem dúvida essa foi a melhor utilidade do Twitter até agora. Apesar de não ter conhecido nenhum twitteiro pessoalmente tive o insight do #BloGYN - coletivo de blogueiros de Goiânia - que já se reuniu para comer pizza e sanduíche Goiânia afora. Rodrigo Alves, você está convidado para o próximo encontro do #BloGYN.

    Pensei no #BloGYN quando vi que eu não era a única goianiense por lá. Hoje o #BloGYN tem um grupo de discussão aberto a todos os blogueiros de Goiânia que tenham e-mail, apesar do Twitter ser a principal ferramenta de divulgação, tanto do grupo quanto do feed coletivo.

    Conhecer gente e se reunir para comer… Tem coisa melhor na vida? Só por esse ítem o Twitter já teria utilidade, nem precisaria ter colocado os três primeiros!

5 comentários:

  1. Se eu fosse você, já teria escrito estes posts dizendo que o cinema, a TV, as histórias em quadrinhos e seus super-heróis e os seriados americanos servem para nada. Você é livre e isso é liberdade de expressão. Só teria que aguardar o Senhor Anônimo voltando ao seu blog para também ter chamar de acéfala (rs).

    Como eu disse também "alguém" - no caso deste blog, você, que é mais esperta que eu nesses assuntos (eu realmente esperava que fosse) - sairia em defesa dos proveitos do Twitter.

    Se fosse da equipe de criação do Twitter, te daria uma percentagem dos ganhos pela defesa deles (ha, ha, ha).

    O endereço deste post e o quatro itens que citam as "utilidades" está salvo nos meus Favoritos.

    E viva! o controle remoto e viva! o blog.

    Bjos.

    ResponderExcluir
  2. Rodrigo Alves,

    Muito boa a idéia da porcentagem, não sei se o Twitter está dando algum lucro para os criadores (parece dar mais prejuízo…), mas a idéia é boa.

    Mas todos nós (até mesmo o Sr. Anônimo) concordamos no principal: as coisas têm a utilidade que o ser humano dá para elas. Simples assim!

    ResponderExcluir
  3. Gostei dessa análise onde todo o resultado é "isso não serve para nada". No fim das contas tudo acaba assim mesmo XD

    Obrigada pela menção do post sobre o Twitterfeed. Muita gente não conhece as vantagens de se divulgar algo no twitter, ainda mais de forma automatizada (desconsiderando spammers, é claro).

    Bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  4. Tava no google e caí aqui nesse post e achei estranho o que vc escreveu. Vc tem certeza que "teria descobrido" está certo?
    By the way..cinema é muito bom, não sabe o que tá perdendo.

    Inté

    ResponderExcluir
  5. Raquel, muito obrigada pela correção. É meu pior resquício de ter estudado em escolas públicas: usar particípios que não existem, principalmente abrido, escrevido, cobrido, encobrido e descobrido.

    Fiquei assustada quando descobri, há menos de dois anos, que essas formas não existiam. Por parível que incresça a "Gramática" que usei no Ensino Médio não mostrava essas exceções e passei maior parte da vida achando que existiam. o_O

    Quanto ao cinema, acho que só estaria perdendo se gostasse e não freqüentasse ou se não gostassse e freqüentasse. Se não gosto e não freqüento, estou ganhando tempo com atividades das quais realmente gosto.

    Não consegui entrar no seu blog. O que houve?

    ResponderExcluir

Posts relacionados