quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Twitter em pauta

Tudo começou quando o Rodrigo Alves disse que o Twitter não servia para nada. Eu, para zoar com o mau péssimo humor, típico dos textos dele, linkei o post no Twitter para que eu e um monte de twitterolics entrássemos no blog para dizer o contrário. Eu fiz um post sobre o assunto, ele leu e achou que até poderia ter alguma serventia para alguém.

Era um lindo dia quente em Goiânia irrelevante, em Goiânia até os dias chuvosos são quentes, o Rodrigo tinha tomado muito sol na moleira, estava sem idéia para o caderno Magazine de O Popular, quando se lembrou do Twitter. Sugeriu a pauta e, por parível que incresça, aceitaram. Ele me ligou, me entrevistou, indiquei alguns twitteiros (todos, coincidentemente, do #BloGYN), alguns responderam a tempo de sair na matéria e três até toparam fazer foto - um ficou com cara de pateta, outro com cara de bobo, mas é normal os editores sempre escolhem as piores fotos dos rapazes e as melhores das moças.


Rafael Sarmento ganhou a maior foto da matéria.

A matéria foi publicada nesta quinta-feira, 13/nov/2008, e teve participação dos seguintes twitteiros:

Fabíola Ariadne
A blogueira do Eu preciso te contar! saiu bem na foto para salvar o #BloGYN - apesar de ter sido tirada "com cabelo de pijama". Da matéria não reclamou. (…) acho que a matéria conseguiu explicar o q é Twitter e para q serve. Esse é o objetivo, e ñ mostrar o "conhecimento" de cada entrevistado. Via Twitter.
Fernando Giron*
Ainda não lista no #BloGYN, mas se tiver blog será bem-vindo.
Leonardo Barbosa R.
(…) o cara simplesmente inverteu tudo que eu falei - disse em seu twitter o blogueiro do Um Tudo.
Núbia Rodrigues
Parece que não deu tempo de fotografarem a dona do Meu Canto, que foi identificada como universitária no lugar do Rafael.
Rafael Sarmento
Com cara de pateta. Ficou indignado por terem chamado ele de estudante ao invés de universitário. Falou sobre a matéria em seu blog.
Renato Batista
Também conhecido como Zenatuz, nosso blogueiro é mais um indignado com a matéria… (…) Pô, fiquei parecendo que não sei nada de informática e com cara de bobo (…).
Helen Fernanda
Ao contrário de um certo repórter do Correio Braziliense, o Rodrigo acertou minha idade. Toda matéria sobre comportamento tem um especialista dando pitaco no final, por ter começado uma pós-graduação em agosto eu fiquei sendo "a especialista" da matéria. Tá, nem tudo são flores, ele também distorceu algo que eu falei, exatamente a última frase da matéria. Eu não previ que spams automáticos invadirão o Twitter, eu disse que eles já invadiram.

Resumo de tudo: o Rodrigo exaltou as moças e zoou com os rapazes. Foi isso! Erika, dá um jeito nesse menino aí para ele não ficar fazendo essas maldades com os garotos.

* Fernando Giron é o único citado neste post que ainda não é membro do BloGYN.

3 comentários:

  1. Nota no fim do post. AINDA. Primeiro Goiânia, depois O MUNDO MWAHAHAHAHA!

    E esse lance de zoar com os meninos eu to achando que é sério mesmo, eu e o Renato aeuheau.

    Mas foi bacana, ressalvas para o comentário da Fabíola.

    ResponderExcluir
  2. Impressão sua, Helen, achar que os meninos foram zoados. Mas, como se diz nas redações tudo está na cabeça de quem vê e lê. Quanto à confusão universitário e estudante, tenha dó. Que eu saiba quem está na universidade estuda e também é estudante... Bem, Núbia realmente me disse que está universitando. A gente até tinha marcado a foto dela, mas de última hora um compromisso dela atrapalhou. Com relação às tais falas distorcidas, isso é sempre muito engraçado. Muita gente geralmente não reconhece o que falaram quando as falas delas estão escritas (já há até estudo sobre isso), talvez porque dêem outro sentido e entonação quando lêem. Nem tudo que é citado em aspas, também, sai exatamente do jeito que foi falado: para isso há edição, tira-se vícios de linguagem, resume-se e oprime-se termos desnecessários e, quando a entrevista não é publicada em ping-pong (perguntas e repostas), frases mais importantes são juntadas. Não sei você, Helen, mas de todos os que deram entrevista, você é a única que realmente se portou como a "especialista", e não digo que foi conscientemente. E além do mais é a única de quem tenho mais referências sobre conhecimento de informática, internet e afins (fonte confiável, rs). As quebras no texto realmente privilegiam algumas pessoas e cortes feitos pelo editor desprivilegiam outras. E isso tem a ver com o espaço disponível. Poses nas fotos são de inteira responsabilidade de fotográfos e modelos. Editores sempre escolhem as melhores fotos (aquelas em que o cara não piscou, em que está com cara boa e que têm mais a ver com o tema). Os entrevistados foram procurados para mostrar suas histórias com o Twitter (e isso ficou claro), ninguém como sabe-tudo ou profundo conhecedor. Infelizmente nunca 100% das pessoas gostam de tudo (não se agrada a todos, porque jornalismo privilegia a informação, mesmo que isso não seja entendido às vezes). Isso é interessante, porque mostra a pluralidade de leitores e entrevistados. Todos os entrevistados foram muito gentis e se mostraram cabeças-abertas e inteligentes, muito diferente de muitos entrevistados de outras matérias, que geralmente dizem abobrinha. Agradeço a cada um e me ponho à disposição.

    ResponderExcluir
  3. Rodrigo, foi um prazer colaborar. Ficou ótima a matéria. Blogueiros, como você percebeu, além de excelentes entrevistados, são egocêntricos e críticos. São não, somos. =)

    Pelo entusiasmo das twittadas deu para perceber que todos gostaram de participar e também gostaram do resultado da matéria.

    Em relação às fotos sei que em alguns casos os editores sofrem bastante para escolher uma foto publicável. Mas acho que tem muita influência da Lei de Murphy também: se a foto publicável pode ser aquela em que você ficou com cara de bobo, será aquela em que você ficou com cara de bobo. ;)

    Foi muito engraçado minha mãe, meu pai e meus colegas de trabalho me elogiando pela matéria e logo depois perguntavam: "mas o que é Twitter mesmo?" (não por que a matéria não tenha ficado clara, mas porque eles só liam a parte em que aparecia meu nome ;)

    Sucesso e volte sempre!

    ResponderExcluir

Posts relacionados