Estou de férias em setembro, por isso talvez não atualize toda semana.

Helen Fernanda

quarta-feira, 24 de junho de 2009

Como citar outro texto no seu blog

Nível: iniciante

escrever O que mais temos nessa blogosfera são pessoas praticando os crimes que eu citei no post Dando nomes aos ladrões. Algumas por maldade, malícia, má-fé, como já sabemos. Outras pessoas por falta de conhecimento mesmo.

A grosso modo, o ensino médio brasileiro é uma merda. Lá precisamos estar muito interessados e ter um QI um pouco acima da média para conseguir aprender o mínimo, que é o conteúdo que será cobrado no Enem ou no vestibular.

Se na escola mal aprendemos português e matemática, o que dirá de noções de filosofia e direito para nos conscientizarmos da gravidade dos crimes de plágio e contrafação? Infelizmente, é mui difícil um adolescente sair do colegial com essas noções.

Geralmente é só na faculdade que aprendemos que não podemos usar um texto alheio inteiro sem autorização expressa do autor; que podemos citar um trecho curto de algum texto usando formatação diferenciada e citando a fonte; que quando usamos vários autores para produzir um texto temos que citar todos eles na bibliografia.

Essas “velhas” regras dos trabalhos acadêmicos são muito bem-vindas aqui na blogosfera. Se você tinha alguma resistência a elas, sugiro que reveja seus conceitos.

A. Citação

Você vai citar uma frase ou um parágrafo de outro autor exatamente como ele escreveu? Faça isso claramente, seu leitor agradece e sua credibilidade cresce. As duas principais formas de fazer isso são:

Aspas - recomendo para expressões mais curtas que vão ocupar até duas linhas na diagramação do seu blog. Exemplo:

Como canta Padre Zezinho, “A vida é uma questão, o amor é a resposta”.

Blockquote - precisa citar um texto mais longo, um parágrafo inteiro, a letra de uma música? Não se desespere, use a tag <blockquote>. Exemplo:

Se forem bem utilizadas elas conseguem deixar o leiaute bonito, leve e sem necessitar de muitas imagens.
Fonte: HTMHelen

Leia o post Quando e como usar blockquote.

B. Sobre o link

Observe que em todos os exemplos acima eu usei links. Antes de mais nada, saiba que NÃO são links:

  • http://www.htmhelen.com/2002/10/tutoriais-de-html-e-css.html
  • http://www.htmhelen.com/
  • www.htmhelen.com
  • HTMHelen

São links:

Quando for citar trecho de outro blog ou site, coloque o permalink, ou link permanente. Isso é por respeito ao seu leitor que poderá ir à fonte e ler o original. Se você colocar o link da home, mesmo sem querer você vai fazer seu leitor de otário, porque, depois que o site for atualizado o texto não estará mais na home, ele terá que usar a busca, uma chatice.

Na maioria dos sistemas de blogging, incluindo Blogger e Wordpress, o link permanente do post está no próprio título. Clicando com o botão direito do mesmo você escolhe a opção copiar link.

image

Leia o post Como criar links.

C. Post para divulgar outro texto

Se você quer fazer um post só para incentivar seus leitores a lerem outro texto (geralmente outro post de outro blog), existem muitas formas corretas e uma errada de fazê-lo. Acredite ou não, a única forma errada de fazer isso - copiar e colar o texto na íntegra - é a mais usada. Algumas das espécies desse gênero:

Copiar e colar o post inteiro “linkando” a fonte, mas sem citar o autor encaixa-se no crime de plágio.

Copiar e colar o post inteiro sem citar e sem “linkar” a fonte encaixa-se no crime de plágio e no pecado capital da avareza.

Copiar e colar o post inteiro sem autorização de quem detém os direitos autorais, citando e “linkando” a verdadeira fonte apenas no final do texto é o crime de contrafação.

Copiar e colar o post inteiro sem autorização do quem detém os direitos autorais, citando a fonte no final do texto, mas sem “linkar”, encaixa-se no crime de contrafação e no pecado capital da avareza.

Copiar e colar o post inteiro com autorização do autor, citando e “linkando” a fonte encaixa-se no pecado capital da preguiça.

Como fazer então?

1. Link “leia mais”

:: Se for um texto longo (três parágrafos ou mais), o leia mais é uma boa pedida. Você copia e cola o primeiro parágrafo do texto e coloca no final o link leia mais para o post original. Exemplo:

Quando vi pela primeira vez o gadget de slide do Blogger, fiquei toda animada achando que exibiria alguns dos meus álbuns de maneira decente mas o que acabou aparecendo na minha sidebar… [leia mais]

:: É claro que a expressão leia mais é apenas um exemplo.

Quando vi pela primeira vez o gadget de slide do Blogger, fiquei toda animada achando que exibiria alguns dos meus álbuns de maneira decente mas o que acabou aparecendo na minha sidebar… [continue lendo]

Quando vi pela primeira vez o gadget de slide do Blogger, fiquei toda animada achando que exibiria alguns dos meus álbuns de maneira decente mas o que acabou aparecendo na minha sidebar […]

2. Com suas próprias palavras

Na minha humilde opinião, é a forma mais simpática e inteligente de indicar outro texto. Com naturalidade e em bom português você recomenda o texto que quer mostrar para seus leitores.

Hoje saiu no portal G1 mais uma matéria falando sobre vagas de trabalho no Twitter. Gostei bastante porque, apesar de a princípio parecer repetitivo, o texto tem links de novas empresas que estão divulgando vagas no microblog, diferentes daquelas que foram divulgadas em outras reportagens. Recomendo principalmente para quem está desempregado (como a autora deste blog) e para aqueles que buscam recolocação no mercado de trabalho.

:: Ou ainda:

Hoje saiu no portal G1 mais uma matéria falando sobre vagas de trabalho no Twitter. Gostei bastante porque, apesar de a princípio parecer repetitivo, o texto tem links de novas empresas que estão divulgando vagas no microblog, diferentes daquelas que foram divulgadas em outras reportagens. Recomendo principalmente para quem está desempregado (como a autora deste blog) e para aqueles que buscam recolocação no mercado de trabalho. Clique aqui para ler a matéria.

Se você achar isso difícil talvez seja hora de repensar sua vocação para ser blogueiro(a) e/ou de se matricular em um bom curso de redação.

3. Lista de posts

Vários blogs têm uma categoria só para divulgar uma lista de posts, geralmente uma vez por semana ou uma vez por mês. Também é uma excelente forma de divulgar textos de outros sites e blogs. Nesse caso, basta colocar os títulos e os links dos posts:

A observação sobre a lista de posts é que, uma vez estabelecida a frequência, você precisa mantê-la, porque o leitor vai se acostumar e, de certa forma, ansiar pela sua lista de links.


Até mais!

12 comentários:

  1. Resumindo tudo, Helen, o que falta na blogosfera ainda é bom senso.
    Se todos tivessem o tal "semancol" mínimo, jamais ocorreriam os problemas de plágio e afins!

    []s!

    ResponderExcluir
  2. Plagiei foi muito, pensando que tava fazendo certo! KKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  3. @Chris, se fosse só na blogosfera a gente dava um jeito, mas essa falta de raciocínio lógico está presente nas mais variadas atividades do dia-a-dia.

    Hoje mesmo eu estava observando - mais uma vez, já que sempre me irrito bastante com isso - como as pessoas têm dificuldade até para organizar uma fila dentro de um shopping sem obstruir o corrredor. O pior é que, quando a gente sugere uma solução mais inteligente, nos olham com cara de “por acaso você ganha para fazer isso?”

    Na blogosfera é a mesma coisa, infelizmente. Algumas pessoas, além de não saberem fazer certo, não estão dispostas a aprender. =(

    ----- * ----- * ----- * ----- * ----- * -----

    @hamiltont, ainda bem que não é o nosso caso. Na web todos nós estamos aprendendo e entrando em consenso sobre a forma certa de se fazer isto e aquilo.

    Quando eu comecei a blogar tinha acabado de sair do Ensino Médio e de entrar na faculdade, então também praticava muito plágio e contrafação sem saber que estava errada.

    Foi só com a rotina acadêmica que aprendi a forma correta de se fazer, já que na web da época não havia pessoas dispostas e ensinar isso.

    ResponderExcluir
  4. Oi Helen!
    Como se faz para colocar um link em "Leia mais" ou "Continue Lendo" ?
    Não sabemos como fazer...
    Pode nos ajudar, por favor?
    Obrigada

    ResponderExcluir
  5. @Equipe Educar, se estiver falando do link "leia mais" que dei neste exemplo, leia o tutorial Como criar links.

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito da matéria até porque sou blogueira iniciante preciso aprender.

    Porém, acho meio maldoso tratar como tudo é crime, plágio, confração, pecado de ...

    Nem sempre a pessoa que colocar o texto com objetivos obscuros. Vejo um pouco de outra forma, nós brasileiros precisamos de informação. Popularizar posts e matéria de utilidade pública é muito benéfico para saúde, bem estar, conhecimento e outros mais.

    Temos grave problema em querer reter as coisas. Não é preguiça ou algo qualquer...Para que estuprar o cerébro com algo genial que já existe e as pessoas precisam de urgência ter acesso a tal informação?

    primo mais pelo acesso à informação do que qualquer outra coisa! somos muito analfabetos, precisamos de conhecimento para nos libertamos da pereção! Acho que citando a fonte está coerente!como fazemos com monografias, trabalhos escolares..

    Sds
    Kellen
    http://www.meumundoamigo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Kellen, como cidadã você pode pedir para os parlamentares que você elegeu mudarem as leis.

    Mas enquanto isso não acontece, as leis são claras.

    Em trabalhos acadêmicos apenas citamos trechos e colocamos todas as referências necessárias para que o leitor busque o original na íntegra, não republicamos trabalhos inteiros. Ou seja, exatamente o que eu disse o post inteiro.

    Volte sempre!

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Helen

    se eu encontro um texto no site de uma empresa, que é divulgado naquela famosa parte de "notícias", leio-o e escrevo em meu blog/site com minhas próprias palavras a mesma notícia, ainda assim se faz necessário citar a fonte?

    Obrigado

    Marcelo

    ResponderExcluir
  9. Marcelo, o certo é citar a fonte mesmo assim. Só não é preciso quando você mesmo apurou a notícia: ligou lá e entrevistou a pessoa responsável, estava presente no evento noticiado e está narrando o que viu, etc.

    Muitos blogueiros iniciantes acham que citar a fonte é desmérito, mas é exatamente o contrário:

    ► Mostra que você pesquisou antes de fazer o post, não escreveu qualquer abobrinha.
    ► Dá ao seu leitor a possibilidade de continuar explorando o assunto em outra fonte, caso seja do interesse dele.
    ► Fica claro que você tem não tem problema de baixa autoestima.
    ► Gera a simpatia mútua entre você e os blogs citados.
    ► Ensina a generosidade a seus leitores: quando eles forem usar algo que leram no seu blog, muito provavelmente vão citar você.
    ► Se as suas fontes forem mesmo interessantes, seus visitantes vão ficar bem acostumados e vão voltar sempre ao seu blog para encontrar mais fontes interessantes que você vai citar.

    Citem, citem sempre!

    ResponderExcluir
  10. Marcelo, já ia me esquecendo. Quando você reescrever a informação com suas próprias palavras, a forma de citar a fonte é:

    Com informações do Consultoras de Beleza

    Onde Consultoras de Beleza é o nome e o link do site onde você leu a notícia.

    ResponderExcluir
  11. Cara amiga,ao ler seu blog de principio fiquei aprensivo;imaginando se comentava ou nao,li por varias vezes as regras para comentar,e insistir.Estou entrando nessa de blog porque pretendo aprender mais,e encontrei seu blog na pesquisa do google,me senti muito feliz e nao tinha visto alguem tao clara e em poucas palavras falar tudo de que a gente precisa.Parabens mil vezes,está exelente.Preciso muito de sua ajuda e lamento que alguém de seu perfil esteja desempregada,torço para que nao esteja mais.Tudo bem preciso saber como se faz para organizar e posicionar os link de paginas.um grande abraço.Muita luz e paz em sua vida!

    ResponderExcluir
  12. Obrigada!

    Comente sempre. Graças a Deus já venci a fase complicada. Em 2009 realmente fiquei vários meses desempregada, mas desde novembro/2009 que estou trabalhando bastante exatamente no que gosto: escrevendo. =)

    Até mais!

    ResponderExcluir

Posts relacionados