Busca

Carregando...

segunda-feira, 8 de novembro de 2010

Clínica dos Óculos nunca mais!

Lente quebrada

Já sou famosa mesmo por minha tolerância zero com empresas que não me levam a sério como cliente. Então nada melhor do que compartilhar minhas péssimas experiências com vocês, assim ao menos você não poderão dizer por aí que não foram avisados antes.

Hoje quem me sacaneou foi a Clínica dos Óculos, que fica na Rua 8 (Rua do Lazer), no Centro de Goiânia. Eu fui lá para trocar as plaquetas dos óculos. Só para constar, primeiro eu fui às Óticas Brasil, onde eles sempre cuidam muito bem dos meus óculos e ainda fazem manutenção sem cobrar, porém eles não tinha em estoque as plaquetas parafusadas, só as de pressão.

image
Nunca menospreze um par de plaquetas.

Consultei o preço das plaquetas parafusadas em dois lugares da Rua 8, escolhi a Clínica dos Óculos. Além de mais barato, meu pai foi atendido lá há uma semana e não teve problema nenhum. Eu não tive a mesma sorte.

Quando a atendente pegou meus óculos para entregar, já percebi a falta de conhecimento no ramo. Ela estava limpando as lentes com flanela áspera, aquela que era usada para fazer fraldas laváveis em 1900 e antigamente. Todo atendente de ótica que olha minhas lentes percebe que elas receberam um tratamento especial e que por isso só podem ser limpas com uma flanela própria para óculos. Pensei que ela fosse esperta o bastante para perceber isso. Não era!

Quando peguei os óculos, olhei bem as lentes para ver o estrago que ela tinha feito. Para minha infelicidade, o dano causado pela fralda era fichinha perto da incisão feita pela chave de fenda. Arranharam bastante as duas lentes, mas na lente direita tem um arranhão branco exatamente no rumo do parafuso da plaqueta. Para quem olha a lente, pode parecer pouca coisa, a região atingida tem menos de 1 centímetro. Para mim é muito, pois sempre que olho para frente “vejo” um Aedes Aegypti pousado nos meus óculos.

► Falta de acordo

Inicialmente a atendente me chamou de mentirosa. Disse que minha lente já estava arranhada antes, que qualquer lente pode ser limpa com fralda (burrinha!), que ela trabalha lá há 20 anos (e não aprendeu muito), que o técnico é competente e blá, blá, blá. Também bati boca com o técnico e confesso foi bastante prazeroso chamá-lo de incompetente, como ele me provocou a fazer.

Quando falei a palavra mágica, Procon, a atendente pediu para ficar com os óculos para trocar a lente direita, mas é claro que não aceitei, por vários motivos:

  1. Eles não são de confiança. Se levaram 5 minutos para arranhar minha lente direita, não quero imaginar o que fariam com a armação em 10 dias.
  2. Eu não teria condições de ir para casa sem óculos.
  3. Eles não aceitaram pagar os 10 dias em que eu ficaria sem trabalhar. Existem lentes que ficam prontas em menos tempo, mas a minha tem um tratamento especial que só é feito em São Paulo, por isso a devolução leva no mínimo 10 dias corridos.
  4. Para entregar mais rápido, eles provavelmente íam fazer uma lente fundo de garrafa bem baratinha e bagacenta.

Chegando em casa, fiz as contas e liguei para a Clínica dos Óculos informando o valor exato que teriam que me pagar pela lente e pelos dias não trabalhados. A atendente riu da minha cara. Aguardem cenas dos próximos capítulos.

Segue o endereço completo com CEP e telefone, caso você queira se lembrar de não trocar as plaquetas lá, não mandar cartão de Natal nem ligar desejando feliz 2011:

Clínica dos Óculos
Rua 8, nº 391, Setor Central
74013-030, Goiânia
(62) 3225-9246

As atualizações sobre este caso eu vou postar nos comentários, assim como estou fazendo no caso da Duks Perfumaria.

Boa sorte quando for trocar suas plaquetas!

Imagens dos blogs: DMP Brasil e Emule Brasil.

Posts relacionados