Busca

Carregando...

sábado, 15 de janeiro de 2011

Chinelos femininos para todos os gostos

Calçando chinelos

Em menos de uma semana, entre dezembro/2010 e janeiro/2011, estragaram as correias dos dois pares de chinelas flip-flop que eu tinha: uma Goóc K-Zero Dourada e uma Ipanema Clássica Laranja.

Sempre que eu vou adquirir algo passo a observar com muito mais atenção a variedade daquele produto. (Acho que toda mulher é assim. Os homens, nem sempre.) Foi então que notei a grande variedade de chinelos que temos para escolher nas prateleiras. Tem para todo o gosto e bolso.

Neste post vou falar um pouco das marcas que mais me chamaram a atenção nos últimos dias.

➜ As confortáveis e onipresentes Havaianas

Em todo lugar há Havaianas para vender: no mercadinho da esquina, no hipermercado, na loja de departamento, no quiosque do shopping, na loja de outlet, na boutique de vestidos de festa, na loja on-line, na feira e até no camelódromo. Por muito pouco a gente não encontra gôndolas com Havaianas também nas farmácias.

Ao mesmo tempo, vemos pessoas de todas as classes usando Havaianas em todos os lugares, o que me faz ter a impressão de que quem não tem essa marca para vender está perdendo clientes.

Fazia muito tempo que eu não usava Havaianas, mas como no supermercado mais próximo da minha casa só tinha essa marca, acabei levando dois pares: um marrom florido de correia dourada e outro rosa do modelo Flash Urban Fresh:

Havaianas Flash Urban Fresh Rosa

O ponto negativo desse conforto todo já conhecemos: é bastante escorregadia e perigosa quando molhada ou ensaboada. Muita gente vê sua correia arrebentar justamente nessas situações, por causa do efeito “desentupidor de pia”.

➜ Os belos chinelos Ipanema

Os marketeiros da Grendene foram espertos e criaram a marca Ipanema com dois grandes diferenciais em relação à líder de mercado:

  • Formato anatômico em quase todos os modelos.
  • Estampa em volta de alguns modelos femininos.

Eu, particularmente, não consigo dizer qual marca é mais confortável. Apesar das Havaianas proporcionarem uma sensação inicial de conforto muito maior por causa da borracha macia, para usar durante muito tempo a Ipanema é melhor, justamente por causa do formato anatômico, que impede ou atrasa as dores no calcanhar.

Ipanema Clássica Envolvente Listrada Rosa

Esse design e a “borracha dura” (PVC) também tornam o chinelo menos escorregadio e um pouco mais seguro que o de sua concorrente.

➜ Dupé: prima não tão pobre das Havaianas

A São Paulo Alpagartas, empresa dona da marca Havaianas, cansada de tantas imitações baratas “em seu calcanhar” </trocadilho-besta>, resolveu comprar uma de suas principais concorrentes: a marca Dupé.

Se antes encontrávamos chinelos Dupé com preços entre R$ 5,00 e R$ 10,00, agora os valores variam muito mais e já existe Dupé mais cara do que a maioria das Havaianas.

Dupé Arte Brasileira

Os modelos acima, por exemplo, são da coleção Arte Brasileira e custam em média R$ 45,00 o par. As estampas são do artista Romero Britto e 7% do lucro das vendas vai para AACD.

Vale citar que alguns modelos Dupé já são mais confortáveis do que Havaianas. Isso porque eles têm um amortecedor no calcanhar chamado Gel HXP. Se você já usou Havaianas para “bater perna” sabe que depois de algumas horas o calcanhar dói. Dizem que com a Dupé amortecida isso não acontece.

➜ As novas Goóc infantis

Folheando a minha revista Avon Moda e Casa encontrei as novas sandálias Goóc para crianças. Achei lindo o design e espero que em breve eles coloquem esses modelos com numeração de adulto também. Com certeza eu compro um par!

Sandálias Goóc Infantis

Para quem não conhece ainda, os chinelos e sandálias Goóc são feitos com pneu usado. Além de ecologicamente corretos, eles derrapam menos e por isso são mais seguros. Também são confortáveis, não tanto pela maciez mas sim pela sensação de segurança.

Notei também que muitas marca de calçados fechados, femininos e masculinos, agora têm também linha de chinelos flip-flop. Parece que finalmente “caiu a ficha” de que moramos em um país tropical.

Sites das marcas citadas no post:

Até mais!

Posts relacionados