terça-feira, 28 de junho de 2011

Meus perfumes de inverno

Pessoas agasalhadas

Êba! Já faz uma semana que o inverno começou e ele veio com todo frio a que tem direito. Podemos tirar do armário botas, meias-calças fio 80, jaquetas, sobretudos, camisas de flanela, luvas de couro… e, é claro, nossos perfumes mais estonteantes.

Conheça as três fragrâncias que saem para passear comigo quando faz esse friozinho gostoso aqui em Goiânia.

Poême EDP (Lancôme)

Poême - Lancôme

As flores mais raras são as primeiras a se abrirem, com as suntuosas nuances da flor de datura, flor das areias desérticas dotada de desconcertante luminosidade. Sua paixão dissolve-se nas nuances refrescantes da papoula azul do Himalaia. Esse duo faz-se acompanhar do coro das flores frágeis. Mimosas, narcisos, frésias, rosas e as flores da baunilha entoam sons em branco e amarelo que evocam imagens de um esplêndido jardim de verão estendendo-se ao sol. Uma fragrância apaixonante e marcante para uma mulher feminina e sensual. (Fonte: Sépha)

Minha mãe experimentou esse perfume hoje e disse “cheiro muito forte de flor”. É exatamente isso. Quando lançado, Poême foi anunciado como “o primeiro perfume do mundo a ser constituído unicamente de flores”. Eu sinto principalmente mimosa e baunilha. Garanto que não acho a frésia, porque minha tendência é detestar o perfume quando sinto essa danada.

► Classificações por aí: floral aromático, floral especiado, floral bouquet.

► Minha humilde opinião: floral oriental.

Dentre todas as fragrâncias que tenho atualmente, Poême é uma das mais românticas. Só perde para Myriad (O Boticário).

  1. Veja outros posts que citam Poême
  2. Veja opiniões sobre Poême no site Fragrantica

Gabriela Sabatini EDT (Gabriela Sabatini)

Gabriela Sabatini

Muita gente aqui no Brasil usa Gabriela Sabatini quando o sol tá rachando mamona na sombra do asfalto. Respeito quem prefere assim, mas acho um desperdício. Essa delicinha de jasmim combina muito mais com dias totalmente nublados e noites frias.

Notas de cabeça:
tangerina, néroli e flor de laranjeira.
Notas de coração:
tuberosa, jasmim, lírio do vale e complexo floral exótico.
Notas de fundo:
sândalo, almíscar, âmbar, baunilha, madeiras tropicais.

► Classificações por aí: floral aromático, floral oriental, floral bouquet, floral aldeídico (floral aldeído).

► Minha humilde opinião: floral atalcado. Quase um sinômimo de floral aldeídico, mas como nem todo aldeídico é atalcado e nem todo atalcado é aldeídico, acho a palavra “atalacado” mais clara.

  1. Leia o post Me rendi a Gabriela Sabatini EDT
  2. Veja outros posts que citam Gabriela Sabatini
  3. Veja opiniões sobre Gabriela Sabatini no site Fragrantica

    Classique EDT (Jean Paul Gaultier)

    Gabriela Sabatini

    Mais do que um perfume de inverno, Classique é uma fragrância inebriante e glamourosa para ocasiões especiais e ambientes sofisticados.

    Notas de cabeça:
    anis, flor de laranjeira e tangerina.
    Notas do coração:
    gengibre, orquídea e ylang-ylang.
    Notas de base:
    baunilha, almíscar e âmbar.

    ► Classificações por aí: floral aromático, floral oriental, oriental floral.

    ► Minha humilde opinião: floral gourmand, que é a classificação dos perfumes com cheiro de sobremesa. Acho que eu sou a única pessoa do mundo que acha esse perfume gourmand, mas tudo bem, posso conviver com isso.

    1. Leia o post Classique by Jean Paul Gaultier
    2. Veja outros posts que citam Classique
    3. Veja opiniões sobre Classique no site Fragrantica

    Outros perfumes

    Mais algumas fragrâncias femininas que recomendo para o frio:

    Com temperaturas baixas não tem desculpa: todo mundo pode ficar cheiroso sem medo. Eu ainda sou muito leiga em perfumaria masculina e não tenho bons palpites para os homens, mas se você tiver uma dica, fique à vontade para comentar.

    E aí? Qual é o seu perfume neste inverno?

    Foto: Paraná Online

    13 comentários:

    1. Rá! Sei que é estranho comentar com entusiasmo meu próprio post, mas me lembrei de um perfume masculino muito bom para o inverno: Le Male (Jean Paul Gaultier).

      ResponderExcluir
    2. Eu sou tão leiga quando o assunto é perfume, que não tenho perfumes favoritos pra uma determinada época do ano.

      Dos que você citou, conheço o Gabriela Sabatini, mas acho muito comunzão, então acaba sendo o cheiro de todo mundo (eu prefiro perfumes que tenham a minha cara, só minha!).

      Outro que conheço bastante,e que adoro apesar de achar muuuuuito forte, é o Classique EDT. Minha mãe ganhou um de presente e, como eu ainda morava com ela, adorava passar um pouquinho à noite. Realmente combina com frio, com noite, com momentos mais intimistas.

      No mais, adoro seu blog.

      Beijos!

      ResponderExcluir
    3. Bruna, você tem razão quanto a Gabriela Sabatini: é comunzão. Eu tenho problemas com perfumes populares demais porque acabo enjoando deles sem usá-los, só por andar de ônibus todo dia. Para Gabriela Sabatini abri uma exceção, mas já sabendo que a qualquer momento vou enjoar de novo.

      Quando está quente tudo evapora mais rápido, as moléculas do cheiro se movimentam mais e chegam mais longe, então usar perfumes muito fortes deixa o ambiente "empestiado", incomodando as pessoas.

      Por isso esta é a época ideal para as fragrâncias densas: elas vão evaporar bem devagar, o cheiro não vai muito longe, o perfume não vai deixar tanto rastro e só quem tá perto de você vai sentir.

      Volte sempre! :)

      ResponderExcluir
    4. Mandei o Gabriela Sabatini para minha irmã, que mora em Arthur Nogueira (SP). Lá faz muito mais frio do que aqui, então ela terá mais oportunidades de usá-lo do que eu.

      ResponderExcluir
    5. Meninaa! Adorei o post!
      Tava precisando de dicas de perfume, e pesquisando no google, encontrei seu blog! =D

      Com suas dicas e de outros blogs, pedi para a minha irmã comprar no "Free Shop" o "Classique EDT" e o "212 VIP"!
      (:

      Sou muitoo leiga em assuntos de perfumes, comigo ou eu gosto do cheiro ou não ... não entendo nada de EDP, EDT, sei lá o que de coração ... shuahsuh

      Obrigada pelas dicas!
      beeijo

      ResponderExcluir
    6. Bom dia, Helen! Olha, me desculpe, não quero parecer arrogante, mas, não existem perfumes GOURMET (termo que vc utilizou p/ se referir ao Classique de JPG). O termo correto é perfume GOURMAND (são coisas distintas), ok? Um bj.

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Querida, você está confundindo o termo usado em sites em inglês ... mas no Brasil as casas de perfume tem usado SIM o termo gourmet...

        Excluir
    7. Mag, obrigada. Eu gosto quando notam algum erro e me notificam. ;) Fico com raiva é quando acontece o contrário: encontro um lapso em um post antigo que muitos leitores devem ter visto e nenhum se deu ao trabalho de me avisar.

      Até mais!

      ResponderExcluir
    8. Oi Helen! Nesse inverno, tenho usado o Amor Amor (contratipo da Lumi), porque em Uberlândia faz um calor do cão e não acho que combina perfume forte e clima quente, ainda mais porque também ando de ônibus todos os dias (e ninguém merece perfume forte às 5:30 hs, quando eu pego o 1º coletivo para chegar ao trabalho). Também tenho usado o Christian Lacroix Nuit, da Avon, que é delicioso e muito forte, só combina com noite e clima ameno. Ótimo post, como sempre! Beijo!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Ótimas escolhas. Os dois são ótimos perfumes. ;)

        Excluir
    9. Oi Helen, tenho uma dúvida e precisava ver se vc me ajuda... Eu uso o Gabriela Sabatini, e depois conheci o Classique EDT (Jean Paul Gaultier) (que eu amei tb) e achei os dois muito parecidos, quase irmãos pra falar a verdade, porém não há quase nada entre eles que seja parecido. Como pode?!?!?

      Obrigadinha!

      ResponderExcluir
      Respostas
      1. Maria Isabel, pra mim eles não são parecidos. Mas também não posso dizer que você está errada por sentir que são.

        Um perfume nunca é o mesmo perfume porque cada pessoa o sente de uma forma inédita. Ainda sabemos muito pouco sobre como o nariz e o cérebro sentem os cheiros. Quando falamos de fragrâncias bem elaboradas as diferentes interpretações e lembranças que os cheiros evocam ficam ainda mais evidentes.

        Deduzo que flor de laranjeira, tangerina, almíscar e baunilha são os ingredientes que você melhor percebe nos dois perfumes, levando à sensação de semelhança.

        Na perfumaria também é possível obter resultados diferentes com ingredientes parecidos e resultados parecidos com ingredientes diferentes, mas acredito não ser o caso de Classique e Gabriela Sabatini. A maioria das pessoas as entende como fragrâncias completamente distintas.

        Só por curiosidade, Gabriela Sabatini me lembra apenas um outro perfume: o descontinuado Sensi (Giorgio Armani).

        Volte sempre!

        Excluir
    10. Oi Helen,
      Concordo qdo diz que cada pessoa sente o perfume de forma diferente. Eu sou do tipo que prefere perfumes mais suaves, porque os mais fortes me enjoam muito.

      Tenho uma colega de trabalho que usa o Gabriela Sabatini e nela o cheiro fica muito bom. Um dia ela trouxe para eu provar na minha pele. Gente, o perfume me enjoou tanto que quase passei mal...rsrsrs...

      Eu tenho o Humor 1 e o Humor no Ar, o primeiro acho sem graça no inverno e o segundo me enjoa no verão, já no inverno acho delicioso. Perfume é assim, cada pele reage de uma forma e cada olfato sente a fragrâniciade maneira diferente...

      ResponderExcluir

    Posts relacionados