Busca

Carregando...

sábado, 23 de julho de 2011

Currículo no Facebook

Logo Facebook bloco

Estou pensando neste post desde o ano passado, mas como eu já sabia que ia ficar longo, confesso que procrastinei bastante. No Facebook é possível manter uma versão completa, atrativa e muito bem organizada de seu currículo, porém poucas pessoas estão sabendo usar bem esse recurso.

Apesar de existirem redes sociais especializadas em carreira, como o Linkedin, seu perfil no Facebook sem dúvida será muito mais visualizado, então você tem que mantê-lo “nos trinks”. Boas oportunidades podem surgir onde a gente menos espera, e eu falo isso com a propriedade de quem já conseguiu emprego divulgando currículo no Google Wave. Smiley piscando

As dicas que vou dar neste post são bem simples e pontuais e vão servir para quem quer criar ou melhorar seu currículo na rede social.

1. Siga empresas onde já trabalhou e escolas onde já estudou

Nem todas as entidades têm página no Facebook, mas procure todas onde você já trabalhou e estudou e curta as que você encontrar. Se na busca aparecem várias páginas diferentes para a mesma empresa, entre no site dela e procure o link do Facebook oficial. Se o site da entidade não faz referência ao Facebook, é porque eles não têm mesmo.

Quando fui preencher meu currículo, por exemplo, descobri que a empresa Atento não tem página oficial no Facebook. Para escolher uma que ficasse melhor no meu perfil profissional, escolhi a que tem a marca da empresa e um número maior de membros.

Página não oficial da Atento

Se você não curtir uma página com a logo da empresa, quando você preencher o currículo podem acontecer duas coisas indesejáveis:

  1. A informação no seu currículo aparecer sem o logo da empresa:Experiência sem logo. :(
  2. Quando digitar o nome da empresa, involuntariamente e desnecessariamente, você cria uma nova página não oficial:
Página Atento com poucos membros

Por isso, se tiver que colocar no seu currículo o link para uma página não oficial, que seja uma com logo e com maior número de membros, mas ela pode não aparecer no preenchimento se você não curtir antes.

Página Atento não oficial com mais membros

2. Priorize sua ocupação atual

Independente de quantas empresas você vai adicionar ao seu currículo, sugiro que comece pelo seu trabalho atual, porque é o mais importante agora e onde você tem que caprichar mais. Essa informação aparece mesmo quando a pessoa está no seu mural, onde seu perfil fica mais resumido:

Resumo do meu perfil

Para quem não percebeu ainda, nosso trabalho aparece também nos sites que usam o sistema de comentários do Facebook. Veja esse comentário que fiz no site Loja Melissa:

Comentário mostra nosso trabalho

3. Preencha seu emprego

Abaixo da sua foto, clique no link Informações e em seguida no link Adicionar informações sobre seu emprego:

Adicionar informações sobre seu emprego

Em Empregador digite o nome da empresa onde você trabalha. Se você já tiver “curtido” a página, ela provavelmente vai ser uma das primeiras a aparecer quando você começar a digitar:

Adicionar empregador

Depois que adicionar a empresa, aparecerão os campos para você colocar as demais informações:

Detalhes do seu emprego

No campo Com você pode adicionar os colegas de trabalho que poderão servir como referência. O futuro empregador que ainda não conhece você provavelmente conhece alguém com quem você trabalhou, então poderá conseguir referências com essas pessoas.

Colegas de trabalho

É importante marcar a opção Este é meu emprego atual. Se não fizer isso sua experiência profissional vai aparecer com a palavra "Trabalhou”, dando a entender que já está desempregado:

Nanda desempregada

Por mais irônico que pareça, os recrutadores sempre preferem contratar quem já está trabalhando do que quem está desempregado, por motivos diversos que não vou explanar neste post. Então, mesmo que esteja em busca de novas oportunidades, recomendo que sempre coloque sua ocupação atual, ainda que seja um frila ou um trabalho voluntário.

4. Prefira profissão a cargo

No campo cargo você pode colocar seu cargo, sua função ou mesmo sua profissão. Eu recomendo colocar sempre sua profissão, porque até quem atua em Recursos Humanos tem dificuldade para entender bem as várias nomenclaturas de cargos e funções das diferentes áreas. Exemplos:

  • Cargo: gerente de programação de radiodifusão
  • Profissão: jornalista
  • Cargo: desenvolvedor master de projetos em Java
  • Profissão: analista de sistemas
  • Cargo: planner de marketing digital
  • Profissão: publicitário
  • Cargo: analista judiciário tributarista
  • Profissão: advogado
  • Cargo: supervisor de logística no ramo alimentício
  • Profissão: engenheiro de alimentos

Observem que os nomes dos cargos são quase jargões que só as pessoas ligadas à área entendem bem o que significam. Várias vezes, em entrevista de emprego, fui surpreendida pela pergunta: “E o que exatamente significa isso?”

Para evitar essa pergunta constrangedora, use o campo Cargo para a profissão e o campo Descrição para colocar o cargo e suas funções.

Quando terminar, clique em Adicionar emprego e veja como seu perfil como ficou mais elegante com o nome da sua empresa certinho:

Perfil resumido

Clique em Informações e veja como o currículo fica mais profissional com o logo da empresa:

Experiência com logo

O mesmo vale para sua escolaridade:

Pós-graduação

5. Adicione projetos

Sempre que você muda de cargo ou função na mesma empresa e quer deixar isso bem destacado, ao invés de adicionar a mesma empresa novamente só para mudar isso, mantenha sua profissão no campo cargo e clique em Adicionar um projeto:

Adicionar projeto

Esse recurso também deve ser utilizado para adicionar projetos propriamente ditos, os “jobs”, como costumam chamar os publicitários.

Agecom

6. Escolha seu emprego em destaque

Quando a gente tem dois empregos ou mais (muito comum entre jornalistas), o Facebook prioriza aquele no qual você entrou por último. Porém, se o trabalho atual que você quer destacar é outro, o truque é desmarcar a opção Este é meu emprego atual no mais recente que você não quer que apareça. Se eu fizer isso no meu perfil posso dar destaque, por exemplo, à minha atividade de blogueira do Beleza Tem Cheiro:

Blogueira do Beleza Tem Cheiro

7. Inclua seu passado

Pronto! Seguindo até aqui você já deixou caprichada a sua experiência profissional e sua escolaridade atual. Quando estiver com tempo e paciência repita o processo para adicionar tudo que já fez no passado.

Se você já tem uma vasta experiência profissional e quer colocar uma versão extensa e completa do seu currículo no Facebook, sugiro que tenha do lado todas as informações das quais você vai precisar: currículo, CTPS, contratos de trabalho… Organize tudo no papel ou no computador mesmo, como você achar mais fácil. Anote direitinho as datas (mês e ano), mas não se preocupe em adicionar na ordem certa porque o Facebook organiza pra você.

Vai ficar mais ou menos assim:

Meu currículo no Facebook

Eu ainda não adicionei todas as minhas experiências profissionais, mas meu perfil já está quase completo. Ter as marcas das empresas deixa ele bem mais atrativo do que com aquele ícone azul acinzentado, concorda?

Bom trabalho!

Posts relacionados