Busca

Carregando...

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Chega de calçados este ano

Melissa Aranha Preta

Há muitos meses conclui que os mais de trinta pares de calçados que tenho são suficientes, porém continuo com essa compulsão de comprar mais e mais sem necessidade nenhuma, apenas pelo prazer de ter algo novo. Sei que é um hábito comum à maioria das mulheres, mas isso não o torna menos estúpido.

Acho que no meu caso é mais idiota ainda. Nos últimos cinco anos só fui a um casamento, o do meu irmão; e à uma formatura, a da minha irmã. Isso significa que ter variedade para não aparecer com calçado repetido nos álbuns de fotos não é uma desculpa que eu posso usar.

Para ir ao trabalho, geralmente elejo um par e fico usando ele por muitos e muitos dias, até que fique sujo o bastante para eu trocar por outro. Não curto ter que escolher sapato diferente todo dia. Ou seja: sou “menininha” na hora de comprar, mas quase um “menininho” na hora de usar. Melhor então ser “menininho” para as duas coisas que fica mais em conta.

Melissa Enjoying

Olhei bem meu estoque antes de fazer este post e, quase como um homem, mais uma vez tive certeza de que não me falta nada. Tenho bota de cano baixo, bota de cano alto, sandálias baixas (muitas jellies!), plataformas, anabela, sapatilhas, oxfords, tênis, chinelos, sapatos sociais. Hoje, muito antes de pensar em assumir esse compromisso, eu tentei comprar uma sapatilha preta (sem esses apliques cafonas, por favor) e uma anabela bege, mas não achei. Dane-se!

Com calçados eu também estou passando a sentir mais prazer em ter um de cada. E também, é claro, sentindo grande satisfação quando consigo NÃO comprar e assim usar o dinheiro com algo do qual realmente preciso, como falei no início do ano.

Se tudo der certo, esse par de Zaxy Click Prata Glitter que adquiri hoje (e sem dúvida vou usar muito noite afora), foi o último do ano:

Zaxy Click Prata Glitter

Exceção: chinelos, porque arrebentam bastante no meu pé direito. Atualmente tenho três pares, só vou comprar outro se os três arrebentarem.

Desculpe interromper as férias de mim que dei a vocês, mas esta é uma importante e tão difícil resolução que preciso de muitas testemunhas. Não tinha como deixar para publicar em setembro.

Até mais!

Posts relacionados