Busca

Carregando...

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Nunca esqueça a cidade ao divulgar evento ou vaga na web

Estádio Serra Dourada, Goiânia, BrasilEstádio Serra Dourada, Goiânia Arena e prefeitura de Goiânia (marcador).

Sim, isso é óbvio. E se você entende o porquê com toda a clareza, não precisa ler este post. Mas tem gente que ainda enxerga a internet como uma simples extensão da sua agenda telefônica, de seu boteco favorito, do salão de festas do seu prédio ou algo assim.

► Todos viajam no Brasil

A principal desculpa de quem acha desnecessário divulgar cidade e Estado na internet é:

Não precisa. Todo mundo que mora na cidade sabe onde fica.

Me perdoem a sinceridade, mas quem realmente acredita nisso deve usar uma parte bem pequena do cérebro, menor que uma ervilha. No Brasil, as pessoas VIAJAM. De moto, de carro, de ônibus, de avião, de barco e até de trem, onde isso é possível. E as motivações para viajar podem ser as mais variadas, inclusive o evento ou a oportunidade que você está divulgando.

Outro pensamento torto:

É um evento pequeno. Ninguém virá de outra cidade só para participar disso.

Dependendo do tamanho do evento, pode ser verdade que ninguém viaje APENAS para participar dele. Mas é uma boa oportunidade para conhecer a cidade. Sou até suspeita para falar porque conheci São Paulo participando de conferência; Guarulhos e Rio de Janeiro prestando concurso público. Goiânia, por exemplo, que não tem belezas naturais nem atrações diferenciadas de lazer, é uma cidade onde esse tipo de turismo é o mais praticado.

Mas, além de viajar, no Brasil as pessoas também MIGRAM. Um evento em outra cidade pode ser uma boa desculpa para visitar parentes e amigos que a gente não vê há muito tempo. E também pode ser que a pessoa já tenha que viajar mesmo para visitar alguém e aproveite a estadia garantida para participar de seu evento, mesmo pequeno.

Sou fruto de duas famílias brasileiras típicas nas quais as pessoas se “espalham” pelo Brasil e pelo mundo em busca das melhores oportunidades profissionais. Além de Goiás e do Distrito Federal, tenho irmã, primos e tios em pelo menos mais sete Estados do Brasil. Isso me permite participar de eventos, concursos e entrevistas de emprego em todos eles sem pagar hotel? Sim. Me obriga a identificar qualquer endereço apenas com rua e número? Não mesmo.

► Ninguém é obrigado a conhecer seu bairro

Aqui em Goiânia mesmo, tem muita gente que vai divulgar endereço e esquece o bairro. É uma grande sacanagem. Primeiro porque Goiânia tem muita rua com mesmo nome em diferentes bairros. (Na verdade Goiânia tem até bairros com mesmo nome em diferentes regiões, mas isso é assunto para outro dia.) Segundo porque tem rua que atravessa tantos bairros que só olhando o número não dá para chutar se é na região Leste, Sul, Centro, Oeste… Se você mora em Goiânia, responda rápido em que bairro fica esse endereço:

Avenida Anhanguera, nº 2226
Goiânia

Capuava? Centro? Universitário? Novo Mundo? Nenhuma das alternativas?

Alguns locais, é claro, são muito grandes, têm muitas entradas, são pontos de referência na cidade, então dispensam algumas informações no endereço como número ou bairro. Exemplos:

  • estádios de futebol;
  • rodoviárias e aeroportos;
  • grandes parques, como o Ibirapuera em São Paulo e o Parque da Cidade em Brasília;
  • campus universitário com várias ruas e quadras.

► Ninguém é obrigado a conhecer sua cidade

Todo mundo viaja, mas para onde bem entende. E mesmo que a pessoa já tenha visitado sua cidade uma vez, isso não é suficiente para que ela identifique os endereços quando você só cita rua e número. Leram isso, paulistanos e cariocas?

Avenida Brasil, 350

Em qual município? Existem centenas (talvez milhares) de cidades que têm pelo menos uma avenida chamada Brasil.

► Não só brasileiros falam português

Quem divulga evento e oportunidade de trabalho na internet muitas vezes se esquece que o anúncio pode atrair também:

  • portugueses, angolanos, moçambicanos…;
  • pessoas de outras nacionalidades que aprenderam português;
  • pessoas de outros países que estão no Brasil, não sabem português ainda, mas se viram bem com a tradução do Google.

Eu não sei você, mas se eu fizer um evento legal no Brasil e vier gente de fora participar, mesmo que tenha vindo ao país por outro motivo, eu vou ficar feliz demais da conta. Assim quero que tudo que eu divulgar fique bem claro para os estrangeiros também, por que não?

E vale lembrar que o nosso idioma já não é um código tão restrito assim. O que tem de gente de outros países aprendendo português para vir ao Brasil durante a Copa do Mundo (2014) ou as Olimpíadas (2016), para passear ou trabalhar, não é brincadeira. Seja legal com essa galera: divulgue o PAÍS no final do endereço.

► O Brasil tem 27 unidades federativas

Na minha opinião – vejam bem, isso é uma OPINIÃO, não é uma regra, não é uma estatística – existem apenas três cidades brasileiras que são facilmente identificadas em todos os países do mundo (inclusive os não lusófonos) quando você não coloca Estado e país: Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

Av. Presidente Vargas, 392
Centro, Rio de Janeiro
Av. Brigadeiro Faria Lima, 3989
Vila Olímpia, São Paulo
SHN Quadra 04, Lote B
Asa Norte, Brasília

Quando o evento é em qualquer outra capital federativa, você não precisa identificar o Estado, basta o país:

Rua Forte de São Diogo, 2, Porto da Barra
Salvador – Brasil

A exceção é Campo Grande, essa capital tem o mesmo nome de vários bairros e cidades no Brasil, o que pode levar à confusão. Sempre que o endereço tiver Campo Grande, seja bairro ou cidade, a sigla do Estado é sempre bem-vinda para evitar mal entendido:

Avenida Afonso Pena, 743, Amambaí
Campo Grande - MS, Brasil
Avenida 7 de Setembro, nº 2009
Campo Grande, Salvador - BA, Brasil

Se não é capital, coloque sempre a unidade federativa. Há mais cidades com nome repetido neste país do que a gente consegue imaginar:

Rua Delamare, 1012
Centro, Corumbá – MS, Brasil
Avenida Marechal Deodoro, 30
Setor Central, Corumbá de Goiás – GO, Brasil
Avenida Goiás, 368
Setor Central, Goianésia – GO, Brasil
Avenida Tancredo Neves, 120
Centro, Goianésia do Pará – PA, Brasil

É verdade que a gente sente vontade de abrir exceção para outras cidades que deveriam ser geograficamente identificadas por todo brasileiro: Ouro Preto, Teresópolis, Altamira, Caldas Novas, Chapecó, Gramado, Anápolis, Campinas, Petrolina, Juazeiro, Olinda… Mas aí há um outro risco de confusão, já que esses nomes também são usados em outras cidades do Brasil para identificar ruas e bairros. Na dúvida, coloque a sigla do Estado sempre: Tucuruí – PA, Nova Veneza – GO, Tabatinga – AM, Artur Nogueira – SP.

Avenida Brasil, 350, Setor Central
Goianésia – GO, Brasil

► O que você “diz” quando não divulga o endereço completo

Pessoa de outra cidade, de outro país ou recém-chegada, você não é bem-vinda, por isso divulgamos o endereço do evento ou da oportunidade de uma forma que você sequer entenda que é um endereço. Vai “caçar” outra coisa.

Pode até ser sem querer, mas é isso que diz.


Todo dia, santo ou pecador, recebo algum convite para evento sem o nome da cidade. No Facebook isso acontece demais. Agora, sempre que eu receber um convite assim, encaminharei o link deste post.

Até mais!

Posts relacionados