Busca

Carregando...

sábado, 26 de janeiro de 2013

O Google Plus vai substituir o Facebook?

Google Plus

O Google Plus demorou para pegar, mas finalmente conseguiu. Graças, principalmente, as comunidades.

Essa é a rede social que vai substituir o Facebook?

As pessoas sempre me fazem perguntas simplistas assim. Mas acredito que o que existe entre as redes sociais não é exatamente uma “substituição”. O ciclo é mais complexo:

  1. ficamos encantados com os recursos de uma nova rede social;
  2. no começo, estamos mais interessados em conhecer gente nova do que em manter contato com quem já conhecemos;
  3. mas gostamos de compartilhar coisas boas, então convidamos outras pessoas que conhecemos pela internet e têm interesses em comum conosco;
  4. entusiasmados demais, convidamos também outras pessoas não tão legais assim, como parentes e colegas de trabalho;
  5. não temos tempo ou paciência para várias redes sociais, então atualizamos mais a nova;
  6. abandonamos o perfil na rede social antiga;
  7. usamos loucamente a nova rede social;
  8. quando nos cansamos dela, começamos a lembrar da rede social antiga com saudosismo: “eu era feliz e não sabia”;
  9. chateados, estamos abertos a novidades;
  1. ficamos encantados com os recursos de uma nova rede social;

É claro que cada um está em um momento diferente, cada um fica um tempo diferente em cada fase do ciclo, algumas fases acontecem ao mesmo tempo para algumas pessoas, tem gente que é indecisa e fica intercalando entre duas fases antes de passar para a próxima… mas sempre há muita gente na mesma vibração.

Em outubro do ano passado eu transformei meu perfil em página porque já estava de saco cheio do Facebook. Há mais de ano estou encantada pelo Google Plus, por não banalizarem o termo amizade, pela usabilidade dos jogos. Agora estou em uma nova fase de encantamento, por causa das comunidades.

Ainda não consigo ver o Google+ como uma rede afetiva, onde você mantém contato com familiares queridos, amigos distantes e até parentes inimigos, como já foi o orkut e hoje é o Facebook.

Mas vale lembrar que no começo, o orkut e o Facebook eram tão técnicos e produtivos quanto o Google Plus está agora (desde que, é claro, você não pare para ler comentários em postagens alheias), então tudo pode mudar.

Espero que essa diferença permaneça e assim as duas redes sociais continuem existindo com finalidades totalmente diferentes.

Que o Google Plus nunca substitua o Facebook! #oremos

Até mais!

Imagem: Tricks Machine

Posts relacionados