Busca

Carregando...

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Meus programas gratuitos favoritos para desktop

Mulher livre no mato

Para minha sorte, todos os recursos que uso no dia-a-dia estão disponíveis em excelentes softwares gratuitos. Por isso nunca precisei comprar programa e há muitos anos não perco tempo tentando "crackear".

Vou contar quais são meus favoritos atualmente. Todos os aplicativos foram testados no Windows 7 ou no Ubuntu 12.10.

1. Pacote Office

Mesa de escritório

Durante alguns anos usei o BrOffice. Meu último TCC, inclusive, foi feito nele. Com o fim do programa, instalei LibreOffice. Visualmente, ele é muito parecido com versões antigas do Microsoft Office, apesar de ter as mesmas funções da versão atual:

LibreOffice Writer
Painel do LibreOffice Writer 3.6 no Ubuntu 12.10 (Gnome Classic).

No começo, quem usa o programa pago há muito tempo vai estranhar os atalhos e a localização de algumas opções no menu. Mas é só no começo mesmo.

Recomendo a todos que estão sem pacote Office atualmente. Afinal de contas, antes de comprar ou "crackear" um programa pago, não custa nada instalar e aprender a usar o gratuito.

Se você já tem o pacote Microsoft e pensa em mudar, recomendo que instale o LibreOffice e vá treinando. Só apague o outro quando já estiver adaptado à nova ferramenta de trabalho.

Outros pacotes Office gratuitos que não aprecio tanto assim:

2. Messenger

Pessoas conversando

Já falei bastante sobre bate-papo, então vou ser sucinta aqui.

No Windows uso Trillian:

O Pidgin, que uso no Ubuntu, pode ser encontrado no Synaptic e na Central de Programas. Ele também funciona no Windows.

No trabalho uso o Google Talk com Windows XP.

3. Ouvir música

Garota com fone de ouvido

O programa que uso para ouvir músicas é o Clementine, sobre o qual já falei aqui no blog.

4. Assistir vídeos

Meu atual favorito no Windows é o KMPlayer. Além de ser bonito e leve, ainda não descobri qual formato de arquivo ele não lê. Recomendo demais.

No Ubuntu geralmente uso o Totem, reprodutor de filmes padrão do Gnome, outras vezes o VLC, que pode ser encontrado na Central de Programas ou no Synaptic.

5. Edição de imagens

Caravela

Uso bastante o Irfan View no Windows para edições rápidas: salvar print de tela, redimensinar, recortar, colocar em preto e branco, dentre outras.

Se você instalar os plugins, esse programa serve também para ver vídeos. Como ele é levíssimo, fica ótimo nessa função.

Ainda no Windows, estou aprendendo a gostar do PhotoScape. Nele dá para fazer algumas coisas que o primeiro programa não permite, como escrever sobre uma foto, por exemplo.

No Ubuntu gosto do Gimp, programa que no Windows não me agrada porque a opção de visualizar em única janela é essencial pra mim.

  • www.gimp.org
  • No Ubuntu 12 o Gimp pode ser encontrado na Central de Programas ou no Synaptic.

6. Editor HTML

No Bluefish, deixo apenas o menu principal para ficar clean.

Por extensão, um editor HTML serve também para editar CSS, JavaScript, XML, PHP, ASP e quaisquer outros códigos de páginas web.

Gosto de escrever HTML "na unha" e testar no próprio navegador. Por isso não uso editor que tem modo visual.

O Bluefish é minha escolha no Ubuntu. O programa está disponível na Central de Programas ou no Synaptic.

No Windows eu uso o Notepad++:

7. Conheça mais

Descubra mais alternativas aos programas que você usa nos sites AlternativoTo e Open Source Windows.

Até mais!

Imagens: Walls 9, Bolando decorações, Ripple Affect, Blog Magazine, Wikipédia

Posts relacionados