sábado, 16 de março de 2013

O que eu vou ser quando crescer?

Atualizado dia 18/04/2016.
Bebê usando computador

Amo o jornalismo mais do que nunca e jamais vou me afastar totalmente dele, mas me deprime a ideia de que daqui a dez anos estarei ganhando o mesmo salário. Considerando a inflação e meus prováveis futuros gastos com casa própria, carro e filhos adotivos, significa que daqui a dez anos estarei ganhando muito menos do que ganho hoje.

Então, no auge dos meus 27 anos, estou com essa mesma dúvida que eu tinha aos 11: o que vou ser quando crescer?

  1. Virar empreendedora no ramo da perfumaria. Talvez uma franquia. Talvez uma loja própria de perfumes importados.
  2. Começar logo a faculdade de direito e depois prestar concursos na área.
  3. Fazer faculdade de engenharia de sofware e pós-graduações na área de tecnologia da informação para virar gestora de TI, uma das minhas muitas vocações adormecidas.
  4. Voltar a estudar para o concurso do Senado. Nem deveria ter parado.
  5. Abrir uma agência de comunicação digital.
  6. Fazer mestrado e virar professora universitária.

Sabe o que é mais incrível? Eu me sinto verdadeiramente capaz de realizar qualquer uma dessas opções. Ao mesmo tempo sinto que qualquer uma das escolhas vai me obrigar a “abandonar” outras habilidades.

Perfeccionista e focada que sou, também não conseguiria tentar duas delas ao mesmo tempo. O post Muita opção, muita angústia (fevereiro/2012) nunca fez tanto sentido pra mim.

Sei que você não pode me ajudar muito nisso. É uma decisão extremamente pessoal. Mas valeu a pena ter desabafado. :)

Até mais!

Foto: E-Commerce News.

2 comentários:

  1. Helen:

    Comecei a trabalhar com 14 anos de office boy para Advogados , vim de família muito humilde , logo nesse emprego vi a realidade social. Trabalhando e estudando e com meus sonhos, aos 23 anos minha esposa engravidou, mudou tudo. Formei e fui trocando de área e traçando novass metas aonde dava mais $, nunca consegui conciliar sonho e $. Me arrependo? NÃO. Tenho minha casa, estabilidade financeira, etc. Te desejo que consiga unir as 2 coisas, eu não consegui. Caso você não consiga, procure estabilidade financeira e pronto sem culpa.

    Te cuida... :)

    Kratos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estabilidade já tenho, mas ainda sinto que meu retorno financeiro está muito aquém do meu real potencial.

      Que pena que você nunca conseguiu conciliar seus sonhos com sua fonte de renda. :( Eu já tive uma fase assim, até que finalmente consegui meu primeiro emprego na área que eu amava. Isso foi há pouco tempo, em 2009. Espero que um dia aconteça com você também, pois é muito gratificante. :)

      E todas essas alternativas que citei no post são alguns dos meus muitos sonhos. Portanto, quando eu descobrir o que fazer para dar um upgrade na minha situação, vou continuar conseguindo conciliar tudo.

      Obrigada pelo comentário. Espero que sua família esteja bem. Sucesso. Volte sempre! :)

      Excluir

Posts relacionados