Busca

Carregando...

domingo, 7 de abril de 2013

Perfume Coromandel (Chanel)

Esse foi meu primeiro Chanel, tenho a miniatura há quase dois anos, mas até hoje não sei dizer se gosto dele ou não.

Coromandel faz parte da Les Exclusifs de Chanel, uma linha de perfumes inspirados em coisas, lugares e características de Gabrielle Chanel.

Segundo a descrição do próprio site, Coromandel foi inspirado em telas chinesas de verniz. Isso mesmo! A dona Cocaína Coco Chanel gostava do cheiro das pinturas chinesas, então alguém teve a genial ideia de fazer um perfume que imitasse essa fragrância.

Oriental amadeirado, Coromandel já começa extremamente balsâmico, ou seja, com aquele cheiro ardido de pomada Gelol, arnica, coisas assim. Lembra um pouco o verniz brasileiro, mas provavelmente lembre ainda mais o tal do verniz chinês das telas amadas de Gabrielle.

  • Notas de topo: laranja amarga, néroli, frutas cítricas.
  • Notas do meio: jasmim, rosa, patchuli, raiz de íris.
  • Notas de base: incenso, olíbano, benjoim, madeiras, baunilha do Tahiti, chocolate branco.

A partir do momento em que entra em contato com a pele, Coromandel vai ficando, gradativamente, menos balsâmico, mais resinoso e mais cremoso. No corpo da fragrância, já é possível sentir o chocolate branco, mas ele está lá misturado com as resinas e o incenso. Esse oriental amadeirado feminino faz jus à família olfativa, algo raro.

  • Concentração: EDT.
  • Público-alvo: feminino adulto. Mas garanto que os homens podem usar sem constrangimento.
  • Perfumista: Jacques Polge.
  • Lançamento: 2007.

No drydown, chocolate branco com incenso, mas não se compara a nenhum outro perfume com chocolate branco. Coromandel é outra coisa. Ele é cheio de nuances e contrastes complexos demais para entender, rápidos demais para acompanhar.

  • Fixação na pele: moderada.
  • Fixação em tecidos e outros objetos: entre longa e “eterna”.
  • Rastro: longo.
  • Intensidade: alta.

Apesar do verniz ser chinês, acredito que Coromandel vai agradar mesmo é quem curte elementos da cultura indiana.

E eu continuo sem saber se gosto dele ou não.

Bom cheiro!

Fotos: Mundo das Tribos e Chanel.
Fontes: Fragrantica e Osmoz.

Posts relacionados