Busca

Carregando...

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Trocar o televisor para ver HDTV

Atualizado dia 18/01/2015.

Antes de comprar um aparelho de TV, analise seu caso e verifique tudo o que é preciso para sintonizar os canais digitais HD.

  1. Quero HDTV com internet!
  2. Quero HDTV por assinatura!
  3. Quero HDTV na parabólica! - sem mensalidade
  4. Quero HDTV com antena comum! - sem mensalidade
  5. O que fazer com o televisor antigo?

1. Quero HDTV com internet!

A Smart TV é um aparelho que, além de sintonizar HDTV, se conecta à internet diretamente, sem precisar de um computador ligado a ela. Ela tem vários aplicativos que permitem acesso a vídeos do mundo inteiro, além de redes sociais e outros recursos.

No caso dos canais digitais que já são interativos, a Smart TV permite consultar informações adicionais ou até mesmo comprar algum produto usando o próprio aparelho.

Para que sua Smart TV realmente funcione como tal, além do aparelho você precisa de:

  • uma antena UHF para pegar os canais abertos locais. Verifique com um antenista qual é o modelo ideal para a casa ou prédio onde você mora. Se quiser continuar pegando canais VHF, precisará de uma antena que sintonize os dois tipos de frequência;
  • internet banda larga wireless. Pode ser fixa ou móvel, desde que o televisor consiga acessá-la.

Na minha opinião de pobre, esses aparelhos ainda estão muito caros e a incipiente TV interativa do Brasil ainda não vale esse investimento todo. Quer assistir vídeos do YouTube no televisor sem precisar conectar um computador à ela? Compre um Chromecast e conecte à sua TV que fica muito mais barato. Pré-requisitos:

  • televisor com tecnologia e entrada HDMI;
  • internet banda larga. Pode ser fixa ou móvel, desde que o televisor consiga acessá-la.

Confira também:

2. Quero HDTV por assinatura!

Se seu objetivo no momento é ver canais pagos em HD, você precisa de:

  • televisor com tecnologia e entrada HDMI;
  • um pacote de TV por assinatura que inclua seus canais favoritos em HD.

Verifique primeiro quais são os preços dos pacotes que oferecem seus canais prediletos em HD e se os valores cabem no seu orçamento. Sugiro que pesquise em várias empresas porque muitas vezes compensa mais mudar de operadora do que apenas de plano.

Na minha opinião essa mudança vai dar um upgrade nos seus momentos de ócio televisivo. Se tanto a TV como o novo pacote couberem direitinho no seu orçamento, be happy!

3. Quero HDTV na parabólica!

Vários canais abertos via satélite já são digitais e alguns deles já estão em HD. Para assistí-los usando sua antena parabólica, você precisará de:

  • televisor com tecnologia e entrada HDMI;
  • receptor de parabólica digital HD.

Confira também:

4. Quero HDTV com antena comum!

Para ver TV digital com antena terrestre comum você precisará de:

  • um aparelho de TV com conversor digital integrado.
  • uma antena UHF. Verifique com um antenista qual é o modelo ideal para a casa ou prédio onde você mora. Se na sua região existem canais VHF que ainda não foram digitalizados, você precisará de duas antenas ou de uma antena que sintonize os dois tipos de frequências.

Antes de fazer esse investimento, verifique quais são os canais abertos da sua cidade que já são digitais. Se os canais que você assiste ainda são analógicos, talvez o investimento não compense ainda, já que a tendência é que os preços dos aparelhos e das antenas caiam cada vez mais.

Se você mora em Goiânia, confira neste post a lista completa de canais abertos da cidade.

5. O que fazer com o televisor antigo?

Se você chegou à conclusão de que vai trocar de aparelho, não se esqueça de planejar também o que fazer com sua TV atual. Nada de jogar no lixo ou mandar para a reciclagem se ela ainda estiver funcionando.

Mesmo sem alta definição, sua TV antiga ainda serve para:

  • Assistir DVD, blu-ray e videocassete.
  • Brincar no karaokê.
  • Jogar video-game.
  • Ver TV analógica (até o desligamento do sinal).
  • Ver TV por assinatura.
  • Ver TV parabólica.
  • Ver TV digital (sem alta definição) usando conversor digital externo.

Sendo assim, você tem várias opções de destino para o aparelho "velho":

  1. Coloque em algum outro cômodo da casa.
  2. Leve para sua casa de campo, de praia ou qualquer uma onde ainda exista um cômodo sem TV (ninguém vai para esses lugares pensando em ver TV, mas de vez em quando chove).
  3. Dê para algum amigo ou parente que precise de mais uma TV ou de uma TV maior.
  4. Doe para uma igreja.
  5. Doe para uma escola pública.
  6. Doe para alguma instituição beneficente ou ONG que possa usar o aparelho.
  7. Doe para alguma família que está sem TV.
  8. Doe para algum estudante universitário que more em kitnet ou república.
  9. Leve para algum parente no interior. Nas cidades onde o sinal analógico só será desligado em 2018 uma TV de tubo ainda tem bastante vida útil.
  10. Se não estiver chovendo, deixe na calçada da sua casa para alguém levar. Mas antes cole um papel sulfite na tela avisando que AINDA FUNCIONA!
  11. Tire uma foto e anuncie no Facebook perguntando quem quer a doação.
  12. Se todas as opções acima falharem, você ainda pode vender no prego. Mas vão querer pagar tão pouco que talvez você se sinta mais recompensado se doar a TV para alguém que realmente precisa.

Se o aparelho não estiver mais funcionando:

  • Venda ou doe para uma cooperativa de reciclagem de eletroeletrônicos.
  • Venda ou doe para um ferro-velho.

Confira também:

Continue lendo sobre o assunto:

Até mais!

Imagens: HomeownerBob e Divulgação

Posts relacionados