Busca

Carregando...

sábado, 16 de novembro de 2013

A obsolência programada e a lâmpada centenária

Certa vez descobriram que, usando um procedimento especial, cada lâmpada poderia durar dezenas de anos. Uma delas está acesa há mais de 112 anos.

Mas os fabricantes acharam que fazer uma lâmpada um pouco mais cara que durasse muito tempo não seria um bom negócio:

Nesta época em que as pessoas ficam malucas e gastam loucamente para ter o que não precisam ou até mesmo acumular o que já têm, esse documentário nos lembra que quando compramos algo, estamos apenas confirmando o que alguém já decidiu por nós antes, muito antes.

Se quiser que suas compras de fim de ano rendam mais satisfação e menos arrependimento, minha dica não poderia ser mais óbvia: faça listas e as siga.

Caso não dê para comprar tudo (nunca dá!), seja criterioso na hora de priorizar. Entre trocar seu smartphone, por exemplo, e comprar a primeira TV digital (HDTV) da família, a segunda opção me parece muito mais inteligente por beneficiar mais pessoas por um período de tempo muito maior.

Esse foi apenas um exemplo, mas se aplica a diversas outras situações em que podemos escolher. Algo que queremos trocar ou algo que não temos ainda? Um item particular ou um item para a família inteira? Um produto que vai durar mais um ano ou um produto que vai durar vários anos?

P.S.: Saiba mais sobre a lâmpada centenária no Hypeness, no Facebook e na Wikipédia.

Boa reflexão!

Posts relacionados