Busca

Carregando...

domingo, 22 de dezembro de 2013

Missão para 2014: planeje sua poupança!

O site do Banco Central do Brasil tem um recurso muito útil que pouca gente conhece. Com ele dá para calcular juros de cartão de crédito, financiamento, correção de valores, valor futuro de um capital e aplicação com depósitos regulares.

A calculadora do cidadão (www.bcb.gov.br/?CALCULADORA) é totalmente gratuita e pode ser acessada em desktop, tablet e smartphone.

Vou mostrar aqui como usar o recurso para planejar sua poupança. Para isso, clique na opção aplicação com depósitos regulares:

Antes de iniciar o investimento mensal na poupança, certifique-se de que todas as suas contas estão em dia, pois sabemos que o rendimento dessa aplicação é bastante inferior aos juros por atraso.

A poupança é indicada para valores pequenos e metas de curto prazo, como é o caso dos exemplos que vou dar aqui.

Na calculadora, o primeiro campo a ser preenchido é o de rendimento mínimo da poupança: 0,5% ao ano:

  1. Calcule quantos meses serão necessários
  2. Calcule quanto você terá
  3. Calcule quanto você precisa economizar por mês

1. De quantos meses preciso para ter R$ 5.000,00?

Neste exemplo, João já sabe quanto pode investir todo mês e quanto dinheiro quer juntar, mas não sabe ainda em quantos meses vai atingir seu objetivo.

João ganha R$ 1.000,00 por mês e vai colocar 20% de seu salário, o que equivale a R$ 200:

João quer juntar R$ 5.000,00 para comprar novos móveis e eletrodomésticos à vista. Como não é uma despesa urgente e João é inteligente (rimei sem querer), ele vai juntar para pagar à vista ao invés de pagar mais caro fazendo parcelamento:

Em quantos meses João vai conseguir juntar o valor esperado? A calculadora responde:

João precisará de dois anos para juntar R$ 5.000,00 usando a poupança. Ele gostou da notícia, pois se comprasse os mesmos móveis e eletrodomésticos agora, além de pagar muito mais teria que encarar parcelamentos de 36 e 48 meses. Ele só se arrepende de não ter começado a poupar dois anos atrás, pois já poderia remobiliar a casa agora.

2. Se começar em janeiro, quanto dinheiro terei ao final do ano?

Neste exemplo, Marina conseguiu seu primeiro trabalho remunerado e, incentivada pelos país, quer ter o hábito de poupar parte do salário desde o início. Ela quer saber quanto vai conseguir juntar ao final de um ano.

Em seu estágio, Marina recebe R$ 750,00 por mês. Como ela não tem despesas fixas mensais e ainda mora com os pais, a partir do dia 1º/01 já vai colocar na poupança metade de seu salário, o que equivale a R$ 375,00.

Mantendo a disciplina, ao final de dezembro do próximo ano Marina terá em sua conta-poupança:

Marina adorou a notícia e ainda não decidiu o que vai fazer com o dinheiro, mas disse que vai gastar só metade e deixar 50% na poupança, para continuar acumulando. Esperta essa garota.

3. Quanto preciso poupar por mês para ter o valor que quero em 6 meses?

Joana acabou de passar em um concurso público muito disputado. Em janeiro ela vai tomar posse e assim contar todo mês com um salário líquido de R$ 15.000,00. Como ela ganhava menos de 1/3 disso, quer economizar o máximo que puder antes de mudar totalmente seu padrão de vida.

Daqui a seis meses Joana quer comprar à vista o carro dos seus sonhos, que custa R$ 40.000,00. Ela quer saber quanto precisa colocar na poupança mensalmente para acumular esse valor dentro do período planejado:

Valor que Joana precisará economizar todo mês:

Agora Joana sabe que, mesmo economizando para comprar o carro à vista, ainda sobrará mais de R$ 8.000,00 de salário todo mês, bem mais do que ela ganhava antes.


Gostaram dos exemplos? Deu ou não deu vontade de poupar loucamente? Como dizem por aí: é preciso economizar para ter mais dinheiro para gastar. Traduzindo: é preciso economizar com besteira para conseguir comprar algo realmente importante.

A maioria dos bancos tem a opção de agendar transferência mensal para a conta-poupança. Assim o dinheiro já é transferido no mesmo dia em que você recebe seu salário, evitando que você sinta vontade de gastar ao vê-lo somado ao seu saldo.

Visite também:

Até mais!

Posts relacionados