Busca

Carregando...

sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Economize desde o primeiro salário

Sabe aquela pessoa faz muita besteira na vida e depois começa a dar conselhos para os outros dizendo "não faça o que eu fiz", "faça o que eu não fiz"? Sou dessas!

Este artigo é voltado principalmente para adolescentes e jovens que estão entrando agora no mercado de trabalho, mas acredito que nunca é tarde para começar a fazer o certo, só não deixe para depois porque fica muito mais difícil.

Quando eu comecei a trabalhar, meu pai me mandou economizar e colocar na poupança, mas na época ele não soube explicar o motivo nem me dar exemplos convincentes, então eu achei que era só uma mais uma ideia pessimista dele.

Hoje eu queria que ele tivesse insistido mais ou confiscado metade da mixaria que eu ganhava para depositar na poupança. Na época eu ia me sentir, como qualquer outra adolescente, vilipendiada, agredida, injustiçada. Mas com alguns meses de trabalho, após transformar aquele valor inicial de 3 dígitos em 4, eu saberia a importância de fazer isso.

Mesmo com início forçado, provavelmente eu teria mantido o hábito e agora, dez anos depois, já teria várias conquistas decorrentes dessa virtude valiosa.

Por que economizar é preciso?

  • Para aprender a viver abaixo de suas possibilidades e assim nunca ficar apertado ou endividado.
  • Para acumular e adquirir bens maiores e importantes que você não compra com um único salário.
  • Para não pagar juros em parcelamentos que podem ser evitados e conseguir ótimos descontos pagando à vista.
  • Para ter ótima reputação como bom pagador para quando realmente precisar de um financiamento ou de um empréstimo.
  • Para ter uma reserva de emergência se perder o emprego ou mesmo para usar em alguma situação expecional, como comprar remédios se ficar doente.
  • Para ser um adulto ou um idoso milionário. Se for esse o objetivo, basta deixar o dinheiro "quietinho" lá por muitos anos ou ainda melhor: fazer outros tipos de investimentos quando juntar determinada quantia.

Quanto mais cedo, melhor. Quanto menos você ganha, mais fácil.

Engraçado como a gente sempre tem a ilusão de que vai conseguir economizar mais quando "ganhar bem", mas a verdade é cruel: as pessoas mais apertadas ou endividadas que conheço são exatamente as que ganham mais. Se a pessoa se acostuma a viver no limite de suas possibilidades, ela pode ganhar R$ 700 ou R$ 12.000 que vai gastar cada centavo do mesmo jeito.

Na verdade a lógica é outra: quanto menos você ganha e quanto menos estável é o seu emprego atual, mais você precisa economizar.

E o melhor momento para aprender a economizar, sem dúvida, é quando você passa de renda nenhuma (se nem mesada você ganhava antes) para qualquer remuneração, mesmo que seja meio-salário de menor aprendiz (R$ 362 atualmente).

Para quem sobrevivia sem o seu próprio dinheiro, apenas dependendo dos pais, é ainda mais fácil usufruir só metade do salário. Considere que, desses R$ 362, apenas R$ 181 são para gastar durante o mês. A outra metade você economiza para fazer um investimento bem maior do que as aparentes possibilidades do seu salário.

Acredite: é muito menos difícil agora. Você mora com seus pais, ainda não tem filhos, não financiou uma casa, não paga aluguel, ainda não precisa pagar seu próprio plano de saúde. Complicado mesmo vai ser no futuro, quando você tiver 1001 compromissos típicos da vida adulta.

Sem falar que, quanto maior a nossa remuneração, maior a diferença entre o padrão de vida que a gente tem economizando e o que a gente teria se consumisse todo o dinheiro, por isso fica bem mais penoso.

Não queira ser "todo mundo"

Lembra quando você disse para seus pais que "todo mundo" já tinha aquele brinquedo caro e seus pais responderam que "você não é todo mundo"? Para variar, seus pais estavam certos: você não é "todo mundo" e nem precisa ser. Se você leu este post até aqui, você está acima da média e merece conquistar coisas realmente valiosas que "todo mundo" não vai ter porque "todo mundo" está mais preocupado em ter o brinquedo caro só porque é a modinha da vez.

Enquanto muitos estarão se endividando em cheque especial e cartão de crédito, você estará antecipando seus sonhos, de forma que nunca estará pagando por algo que já adquiriu, na verdade sempre estará usufruindo de um presente pago no passado e ao mesmo tempo trabalhando pelo futuro. É muito mais motivador viver assim, não acha?

Continue lendo sobre esse assunto em:

Até mais!

Posts relacionados