Busca

Carregando...

domingo, 25 de maio de 2014

O que fazer sem energia elétrica?

Títulos alternativos para este post:

Como ser feliz apesar da Celg

Dicas de sobrevivência para quem vem morar em Goiás

Se você é brasileiro e o seu quociente de inteligência é qualquer coisa acima de "acredito nos estereótipos das novelas da Globo", já deve saber que Goiás é um estado rico, moderno, industrializado, excessivamente motorizado (não que isso seja bom), desenvolvido e com alto índice de qualidade de vida, apesar de ter a pior companhia energética do país.

As causas do problema são conhecidas e não nos cansamos de pedir solução, mas enquanto ela não vem, o fato é que quem mora em Goiás, inclusive aqui em Goiânia, aprende logo a não ser refém da incompetência da Celg. Baseada nessa minha "triste" experiência de vida, seguem dicas para extrair prazer e/ou produtividade dos momentos desconectados, off-line, unplugged, without power, no electricity

Tenha sempre em casa:

  1. Fósforo na cozinha. A vantagem do fósforo é que a gente sabe exatamente quando ele está acabando. Caso você prefira isqueiro, tenha pelo menos dois, sendo que um deve ficar guardado até o primeiro terminar. Não adianta ter vários isqueiros e usar todos paralelamente porque também podem acabar todos ao mesmo tempo.
  2. Caixa com velas. É um dos itens mais importantes da minha lista de compras. Se começo a usar as velas de uma caixa, já anoto na lista para ter sempre uma caixa a mais. Aproveito e compro daquelas com citronela porque espantam insetos.
  3. Se não tiver copos transparentes resistentes ao fogo, guarde latas pequenas como as de atum, sardinha, extrato de tomate, milho em conserva e similares. Para aparar a cera das velas são melhores do que castiçais.
  4. Lanterna com pilha guardada sempre na mesma gaveta. Pode ser difícil e perigoso acender uma vela no escuro, então a lanterna é muito útil enquanto você executa essa tarefa. Ideal seria também cada pessoa da família ter sua própria lanterna e saber onde ela fica, assim não ficam todos dependendo da mesma fonte de luz se a energia acaba à noite. Se sua casa tem crianças pequenas ou animais domésticos brincalhões, esqueça as velas e tenha várias lanternas e muitas pilhas.
  5. Um freezer no qual caiba tudo que atualmente está na geladeira.
  6. Livros não lidos e material de estudo em papel ou no leitor eletrônico.
  7. Agenda telefônica de papel. Dificilmente você conseguirá ter nela todos os telefones que estão no seu smartphone, tablet ou na agenda do Google, mas mantenha pelo menos os mais importantes como de familiares, amigos próximos e médicos.
  8. Aparelho de telefone com fio, caso o aparelho principal seja sem fio.
  9. Baralho, quebra-cabeças e/ou jogos de tabuleiro.
  10. Rádio de pilha: servirá para se distrair com música e também para saber as notícias, se a queda de energia perdurar.
  11. Material para escrever ou desenhar: caderno, caneta, lápis.
  12. Rede na varanda ou na área coberta.

O que não fazer?

Usar displicentemente notebook, tablet ou smartphone até a bateria acabar. Como você não sabe quando a energia elétrica vai voltar, é melhor reservar para urgências.

O que fazer?

No trabalho:

  1. Resolva coisas ao telefone.
  2. Organize papéis (caso sua empresa ainda trabalhe com eles), se a iluminação natural permitir.
  3. Organize estoque, se a iluminação natural permitir.
  4. Faça reunião, desde que ela não dependa de slides e outras informações que estão em mídia eletrônica.
  5. Converse com os colegas e faça piadas sobre a queda de energia elétrica (não é produtivo, mas é divertido).

Em casa, entre a aurora e o crepúsculo:

  1. Vá fazer faxina, lavar roupa, lavar o carro, cortar a grama, podar as plantas. Assim você mantém as atividades domésticas em dia e ainda economiza algum dinheiro. Caso você dependa de eletricidade para ter água (exemplo: cisterna com bomba elétrica), esqueça as atividades que gastam muita água. O mesmo vale para queda de energia na cidade toda porque significa que a estação de tratamento de água também pode parar de funcionar depois de um tempo.
  2. Faça as unhas, esfolie a pele, hidrate o cabelo.
  3. Vá caminhar, correr, pedalar, patinar, nadar ou qualquer outro exercício ao ar livre.
  4. Aproveite a luz natural para escrever, desenhar, estudar ou ler um bom livro. Você pode se deitar na rede se for a segunda opção.

Nas refeições:

Ao invés de preparar comida conservada no armário, coma o que já está na geladeira para evitar desperdício.

Em casa, entre o crepúsculo e a aurora:

  1. Jogue baralho, ludo, dama, xadrez ou qualquer outra brincadeira que sua família prefira.
  2. Leia, escreva ou estude com ajuda de velas ou lanternas.
  3. Converse com a família, com os vizinhos ou com qualquer outra pessoa por telefone.
  4. Vá para o quintal ou varanda e aprecie a lua e principalmente as estrelas, que geralmente são ofuscadas pelas luzes da cidade.
  5. Aproveite a escuridão para fazer aquilo que você faz quando ninguém te vê fazendo, desde que não seja ilícito.
  6. Durma.

Este post foi escrito à mão em um caderno e digitado assim que a energia elétrica voltou.

Mais alguma dica de atividade produtiva ou prazerosa que não exige energia elétrica?

Até mais!

Posts relacionados