Busca

Carregando...

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Dica: guarde todos os manuais na mesma caixa

Noto que muitas pessoas menosprezam os manuais porque acham que vão encontrar tudo facilmente na internet, mas isso só é verdade para produtos recém-lançados e muito populares.

Para a maioria dos produtos, depender de informações da internet ou de 0800 para configurar ou resolver algum problema é algo bem complicado e que não desejo pra ninguém. Você pode até conseguir em algum momento, mas é provável que passe muita raiva antes.

Hoje, por exemplo, precisei usar meu aparelho de DVD Karaokê, depois de alguns anos, e fiquei com uma baita dúvida na hora de conectar o cabo AV (RCA), já que são apenas 3 pinos e 11 buracos. Tentei algumas combinações que me pareciam mais óbvias, nenhuma funcionou.

Cheguei a tentar a internet, mas meu aparelho já tem alguns anos e não sei de cor o código do modelo dele, então na primeira tentativa de busca já notei que levaria um "tempão" para encontrar. Desperdício! Logo me lembrei onde o manual estava guardado e nele encontrei facilmente a resposta da qual eu precisava:

Isso só foi possível porque, assim que fui morar sozinha (agosto/2008), decidi reservar uma caixa de sapato só para guardar manuais e garantias. Recomendo o hábito porque realmente funciona. Várias vezes essa caixa me livrou de ficar horas na internet procurando informações sobre produtos que não são fabricados há anos ou ainda de pagar técnico para resolver algo que eu mesmo poderia.

É claro que é possível organizar ainda mais: colocar em uma pasta, catalogar em ordem alfabética, digitalizar tudo. Talvez um esquema mais complexo funcione para algumas famílias, mas comigo garanto que isso só está funcionando perfeitamente há 7 anos porque é extremamente simples:

Chegou produto novo? Coloco manual e garantia na caixa de manuais.

É um método que não depende de internet, caneta, câmera, bateria, scanner, energia elétrica. Só de criar o hábito e mantê-lo.

Meu DVD Karaokê é de 2011, mas nessa caixa tenho manuais ainda mais antigos, como o do meu CD player portátil, que tenho há mais de 15 anos e uso até hoje, principalmente como rádio de pilha quando cai a energia elétrica:

Até a caixa onde guardo os manuais e garantias é uma garantia:

E sempre que começa ou termina o horário de verão, consulto os manuais dos meus relógios de pulso digitais, já que cada marca tem funções diferentes nos botões:

Capacete, computador, impressora, televisão, telefone sem fio, geladeira, tablet, internet banda larga, modem… É incrível a quantidade de manuais que pode caber em uma simples caixa de sapato.

Mais algumas dicas para o método funcionar:

  • Comece hoje mesmo guardando na caixa os manuais que você ainda se lembra onde estão.
  • Avise a todos da família, já que provavelmente vários produtos da casa são compartilhados.
  • Fique atento à chegada de encomendas de outros membros para lembrá-los de colocar o manual na caixa.
  • Sempre usei caixa de papelão, mas caixa de plástico é uma escolha ainda melhor. Só recomendo que sempre tenha tampa para evitar que os papéis voem ou fiquem danificados de alguma forma.
  • Não coloque na caixa papéis que não sejam manuais ou garantias. Sem bagunça!

Mais 10 motivos para iniciar agora mesmo:

  1. Quanto mais antigo é seu produto, mais difícil é encontrar o manual dele na internet. Nem os próprios fabricantes mantém esse tipo de informação em seus sites por muito tempo.
  2. Quanto mais antigo é seu produto, mais você vai precisar do manual dele porque ele vai pifar mais vezes ou você vai se esquecer como usá-lo/configurá-lo.
  3. Quanto mais antigo é seu produto, mais difícil é encontrar tutoriais sobre ele na internet.
  4. Se a marca um dia deixar de existir por qualquer motivo, você pode precisar ainda mais daquele papel da garantia que tem telefones e endereços das assistências técnicas autorizadas.
  5. O código do modelo nem sempre está escrito no produto.
  6. Algumas empresas lançam novos modelos sem mudar a aparência do produto ou modernizam a aparência do produto sem mudar o modelo, por isso tentar descobrir o modelo pela foto nem sempre é tarefa simples.
  7. O manual não está seguro dentro da embalagem original. A não ser que sua casa seja grande o bastante para ter um cômodo ou armário só para guardar embalagens, você não vai conseguir conservar a caixa original por muito tempo. Um dia você ou outra pessoa da família simplesmente vai perder a paciência com o trambolho ocupando espaço e ele vai parar no lixo reciclável, com manual e tudo.
  8. Os manuais de papel ainda são muito mais práticos e rápidos de consultar, lembrando novamente que não dependem de energia nem de internet para serem acessados e lidos.
  9. Consultando o manual, várias vezes evitei gastar dinheiro com técnico, principalmente no que se refere à minha máquina de lavar.
  10. Tendo o manual você também pode evitar a obsolência programada, já que muitos defeitos que a maioria encara como o fim da vida útil do produto na verdade são apenas "tilts" já previstos pela empresa e com solução apresentada no manual.

E é claro que a digitalização dos manuais ainda é bem vinda, já que o papel é vulnerável ao fogo, à água, a desvios. Quando e se eu tomar juízo para iniciar esse hábito, conto aqui sobre a experiência.

Até mais!

Posts relacionados