Busca

Carregando...

quinta-feira, 24 de março de 2016

▶ Quando o consumo vira consumismo e o consumismo vira vício?

No dia do consumidor, 15 de março, o psicólogo Cristiano Coelho, doutor em análise do comportamento, deu uma entrevista objetiva e didática ao Jornal Brasil Central falando sobre consumo, consumismo e a compulsão por compras.

No vídeo, ele conseguiu, de forma clara e sucinta, citar várias dicas importantes, como:

  • não se deixar levar pela vaidade;
  • não se deixar levar pelos truques que as empresas usam para vender mais;
  • não comprar à primeira vista;
  • nunca usar cheque-especial;
  • evitar cartão de crédito se não souber usá-lo (a maioria não sabe).

Ele também cita a importância do descarte consciente, ou seja: ao comprar um produto novo, o antigo deve ser encaminhado a quem precisa dele.

Se estiver funcionando, é possível vender em sites/aplicativos como OLX, Skina, Mercado Livre e também no Facebook.

Se estiver estragado, ainda é possível vender as peças ou simplesmente doar para alguma pequena empresa que faça consertos, já que lá eles conseguem reaproveitar essas peças de alguma forma.

Parece óbvio, mas em Brasília, por exemplo, cidade com enorme e explícita desigualdade social, é assustadoramente comum as pessoas jogarem televisões e computadores em ótimo estado de conservação no lixo. Nem se dão ao trabalho de doar em alguma escola/creche/igreja/entidade ou de anunciar em algum site/app para descobrir quem está precisando.

Aqui em Goiânia isso acontece com menor frequência, mas aqui temos fiscalização mais eficiente e multas altas para quem descarta lixo no lugar errado. E também temos o serviço de Cata Treco, que busca gratuitamente móveis e eletrodomésticos que não queremos mais.

Leia também:

Até mais!

Posts relacionados