sábado, 7 de janeiro de 2017

💻 Vivaldi: meu atual navegador favorito no Ubuntu e no Windows

Já faz alguns meses que adotei o Vivaldi como principal navegador, tanto em casa quanto no trabalho. Como já usei e aprovei, chegou a hora de recomendar para todo mundo que quer aprimorar sua experiência de navegação na web.

Dos mesmos criadores do Opera, o navegador Vivaldi usa webkit, por isso é compatível com as extensões e apps da Google Store. Uso no Vivaldi os mesmos plugins que tenho no Google Chrome, como Click&Clean e ColorZilla.

Quem tem olhar exigente já vai se apaixonar pelo Vivaldi logo de cara: ele é muito bonito! E o tema principal muda de cor de acordo com o favicon (ícone da barra de título) do site que você visita. Além de deixar tudo mais harmônico aos olhos, isso evita que a gente feche uma aba por engano, já que cada aba tem sua própria cor.

Olha como ele fica todo verdinho quando abro o Meu Tédio:

Meu Tédio no Vivaldi

No Instagram, o Vivaldi fica com um tom de rosa avermelhado, cor predominante na logo atual:

Instagram no Vivaldi

E é claro que esse é apenas um dos temas. Se quiser uma skin menos camaleônica, basta trocar:

No painel do lado esquerdo, o Vivaldi dá acesso rápido a favoritos (marcadores), downloads e notas, mas você pode adicionar outros recursos e personalizar:

Apesar de ser muito fácil aumentar/diminuir o zoom do navegador usando Ctrl +/Ctrl -, muita gente tem dificuldade para memorizar esses atalhos. Por isso, o Vivaldi já mostra no canto inferior direito da tela a opção de aumentar e diminuir o zoom deslizando uma barra:

O histórico recente de navegação pode ser facilmente acessado clicando em um ícone de lixeira que fica do lado superior direito. Sempre que você fechar uma ou mais abas por engano, basta clicar:

Para ver as miniaturas de todas as abas abertas, basta clicar na linha inferior às abas e arrastar para baixo:

Cansou de ver as abas sempre lá em cima? Você pode escondê-las, colocá-las embaixo ou até mesmo de lado:

Abas de lado

Caso opte por esconder as abas (guias), você pode alternar entre elas usando o atalho Ctrl Shift Tab.

Todos os prints deste post foram feitos no Windows. Para descobrir opções de personalização mais avançadas e ver como o Vivaldi fica no Ubuntu, confira o vídeo do Diolinux:

No meu trabalho, de vez em quando eu uso Mac na ilha de edição e vi que o Vivaldi também funciona muito bem nele. Só não posso afirmar que é meu favorito no Mac porque não uso Mac todo dia.

Recomendo o Vivaldi principalmente para quem precisa ou quer ter dois navegadores webkit ao mesmo tempo, assim você pode usar Chrome e Vivaldi juntos. Mas muita gente, como eu, definiu o Vivaldi como padrão e só abre o Google Chrome quando o site pede.

Até mais!


Meu primeiro post de 2017. Meu primeiro post no Windows 10. Meu primeiro post feito e publicado no computador novo.