domingo, 27 de janeiro de 2019

👩🏾‍🏫 Sobre cursos online gratuitos que vendem o certificado

Eu comecei este texto escrevendo sobre cursos on-line gratuitos, mas notei que existem dois grandes e distintos grupos de sites que oferecem essas aulas grátis:

  1. Sites com cursos de alta qualidade elaborados por especialistas no assunto. BBC, Instituto Legislativo Brasileiro (Senado), Sebrae, USP e YouTube são exemplos de portais que têm esses cursos. Escolas on-line especializadas em concursos públicos também costumam oferecer cursos gratuitos como chamariz.
  2. Sites com cursos de qualidade duvidosa, elaborados por empresas que lucram vendendo os certificados.

Este post é sobre esse segundo grupo: os sites que vendem certificados. Será que vale a pena estudar neles ou só servem mesmo para quem precisa de horas curriculares? Para descobrir, me cadastrei nas seguintes plataformas que têm esse modelo de negócio:

Eu sei que existem muitos outros, esses sites não param de pipocar já que parece existir zero fiscalização para a qualidade dos cursos e o método de certificação. Mas este texto é apenas sobre esses cinco que citei.

✔️ A demanda por esses cursos

Esse modelo de negócio existe porque há uma demanda por horas de cursos que nem sempre corresponde à demanda por formação. Cada certificado de um curso on-line é uma linha a mais no currículo, mais horas complementares no histórico do curso superior. E essa “multiplicação dos cursos” pode ser “conquistada” em um curtíssimo espaço de tempo. Levei menos de 15 minutos para completar alguns cursos, apesar de divulgarem que a carga-horária mínima é de 8 horas.

✔️ Como funcionam os cursos gratuitos

Você entra no site e se cadastra digitando dados como nome, e-mail e endereço. Não é preciso dar número de cartão de crédito. Então você entra no catálogo de cursos, encontra o tema desejado, se matricula, lê ou assiste às aulas.

Ao fim do curso, você solicita a prova para testar seus conhecimentos. Se acertar mais de 50%, você pode pagar para receber o certificado em seu endereço. Nos cursos que testei, as provas tinham 10 questões. Mesmo que você acerte todas as respostas, ninguém pode saber se você realmente aprendeu aquilo, pesquisou as respostas certas usando Ctrl F no texto do curso ou usou a busca do Google.

Além de estudar, outra utilidade honesta desses sites é conseguir certificados para habilidades que você já tem por experiência ou por ter estudado em outro lugar.

✔️ O conteúdo presta?

Dentre esses cinco que experimentei, o conteúdo do Prime é o que me parece mais completo e sério em todos os cursos que testei. A lição sempre tem texto, que você pode ler on-line, imprimir ou salvar como pdf. Os cursos que têm videoaulas são ainda melhores.

Só que não podemos dizer que o Prime tem um padrão de qualidade. Entrei no curso de automaquiagem pensando “é óbvio que esse tem videoaula”, mas eram só fotos aleatórias de banco de imagens, nenhuma mostrando o procedimento que era explicado no texto.

Ainda no Prime, gostei do curso de barista, que também não tem vídeos, mas tem muitas informações interessantes para quem gosta de café; baixei todas as lições do curso de espanhol básico para ler depois; indiquei o curso inglês básico para uma colega porque as lições têm áudio com a pronúncia de cada palavra ou frase.

Da minha área, assisti todo o curso de marketing digital e o conteúdo é bem feito, mas só serve para quem nunca estudou nada sobre administração e marketing. É só o bê-á-bá mesmo.

No Escon, os cursos são oferecidos em pdf e o conteúdo chega a ser bobo de tão pobre. São miniaulas que servem para você ter noções básicas (MUITO básicas) de uma determinada área. Se você já tem ensino médio e saiu de lá plenamente alfabetizado, vai achar a linguagem dos cursos muito simplista e infantil. Baixei o curso de francês, por exemplo, e o conteúdo é constrangedor de tão ruim.

No Educa, os cursos que testei eram um único arquivo pdf com linguagem de cartilha, cheias de ilustrações, tabelas e gráficos. Não tenho muito o que opinar sobre os cursos de outras áreas, mas baixei o pdf de jornalismo digital e o texto eram parágrafos de TCCs e artigos que a pessoa foi copiando e colando sem nenhuma coesão para tentar montar um “curso”.

No WR Educacional, o conteúdo também é cópia de trabalhos acadêmicos. No “curso” introdução ao jornalismo online, uma das aulas é um artigo que tá no site da Famecos.

O site FBV também é preguiçoso. Os cursos que eu testei não eram aulas ou apostilas elaboradas, mas sim artigos, textos e vídeos feitos por OUTRAS pessoas, eles apenas colocavam o título e o link para o conteúdo original. Muito ruim.

✔️ Noções sobre diferentes áreas

Se você levar a sério o que está estudando, é claro que você pode aprender sim. Mas o conteúdo desses sites é todo em textos escritos ou falados e não tem demonstrações, então se você não tiver a oportunidade de colocar em prática imediatamente, você apenas aprende noções sobre um determinado assunto, não ganha uma nova habilidade profissional.

O ideal é que, identificando que você realmente tem interesse ou necessidade de aprender sobre o assunto do curso, você continue estudando em materiais melhores como livros, aulas no YouTube, cursos pagos de boas plataformas, cursos práticos presenciais e estágios. Nesse sentido, o curso gratuito pode ser uma ótima forma de ter noções sobre uma profissão ou função e assim decidir se vai continuar se dedicando ou vai partir para outra área.

✔️ Estudar de graça é muito bom

Pouco dinheiro, pouco currículo e algum tempo livre? Se joga no Prime Cursos porque é a única empresa deste post que podemos chamar de escola, as outras quatro são apenas lojas de certificados.

Mas, como já contei no início do post, existem muitos youtubers, escolas e entidades de alto padrão oferecendo cursos gratuitos de qualidade. Se certificado não é seu objetivo, sugiro pesquisar melhor todas as opções disponíveis na internet.

Até mais!

3 comentários:

  1. Que isso Helen, o learmcafe.com é bem melhor que isso tudo 😑

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Óbvio! Por isso deixei muito claro no início qual é o foco do post.

      Excluir
  2. Parabéns pelo artigo, nós da FBV Cursos concordamos com todos os pontos que foram colocados e gostaríamos de informar, que estamos atualizando nossos cursos, assim como nossa plataforma que terá uma área do aluno totalmente nova a partir de abril. Já temos vários cursos em vídeos de excelente qualidade como o curso de Design Gráfico, Excel, Pacto Office, cuidador infantil e alguns outros. Todos nossos cursos novos estamos procurando fazer com a maior qualidade possível. Vejo um artigo como o seu que estamos indo no caminho certo. Queremos dar cursos de qualidade independente se a pessoa vai ou não comprar seu certificado. Espero que continue com o excelente trabalho que vem fazendo em seu blog. Lhe desejo muito sucesso. Assinado: Fernando Vale Coordenador da FBV Cursos

    ResponderExcluir

Todos os comentários são moderados pela autora do blog.