Páginas

sábado, 20 de junho de 2020

📷 Compartilhe fotos e vídeos pelo próprio Google Fotos

Foto: Pixabay

A gente usa Google Fotos para fazer backup gratuito de todas as nossas imagens, mas na hora de compartilhar fotos e vídeos com parentes, colegas e amigos, esquece o Google Fotos e vai para o WhatsApp. É uma escolha, mas não muito inteligente.

Além de não ser uma ferramenta adequada para organizar fotos (já que mistura prints, figurinhas, memes, gifs, vídeos e fotos importantes numa pasta só), o WhatsApp diminui muito a qualidade das imagens durante o envio e diminui de novo na hora do download.

Uma alternativa melhor é usar o próprio Google Fotos que:

  • envia mais rápido porque manda as fotos a partir da nuvem (não faz upload de novo, como acontece se você manda em outro bate-papo);
  • evita duplicidade de imagens no seu aparelho;
  • permite que você salve as imagens recebidas no próprio Google Fotos, recurso muito útil quando você recebe fotos/vídeos de amigos e familiares;
  • facilita a organização das imagens recebidas em álguns, já que estão no Google Fotos.

Este tutorial é para quem já usa o Google Fotos, mas se você não usa e já penhorou sua alma para a Google faz tempo usando Gmail, Android, Google Drive… seguem os links:

Só quando terminei os prints, lembrei que meu celular usa tema escuro. Se você usa tema claro, é tudo igual. Não se deixe confundir pela inversão de cores. ;)

Tão fácil que você não vai esquecer

Entre no Google Fotos, abre a imagem desejada e clique no botão de compartilhar:

Acima das opções de redes sociais, está a opção Enviar no Google Fotos. Clique na lupa para buscar um contato.

Se o e-mail da pessoa já está salvo na sua agenda, basta procurar pelo nome. Caso contrário, digite o e-mail dela e selecione. Funciona com Gmail e com emails corporativos que usam Google Apps:

Digitando o email da pessoa

Observe que, nesta opção, você pode selecionar vários contatos e formar um grupo, com o qual pode compartilhar mais fotos no futuro sem selecionar todos novamente. Crie um grupo com as pessoas que moram na sua casa, por exemplo, assim fica fácil compartilhar para que todos tenham backups das fotos da família.

Se desejar, digite uma mensagem de texto para acompanhar as fotos. Em seguida, é só enviar.

Digite texto e envie

Pronto, mandou!

No destino, a pessoa receberá a(s) imagem(ns) com o link Salvar na biblioteca:

Até hoje, só recebi fotos de pessoas que estão na minha agenda. Ainda não consegui confirmar se o Google Fotos tem alguma ferramenta para impedir propaganda e outras imagens indesejadas de estranhos.

Outro caminho

No futuro, basta clicar em Compartilhar para ver todas as suas conversas do Google Fotos:

É só clicar em um contato ou grupo para enviar mais imagens:

Nessa opção, vão aparecer apenas fotos e vídeos que já estão na sua nuvem. Se você acabou de tirar a foto ou fazer o vídeo, primeiro abra o arquivo no seu álbum e clique no ícone de nuvem (canto superior direito) para subir a imagem.

Google e seus 1001 chats

Muita gente (inclusive eu) critica essa proliferação de chats da Google, mas no caso do Google Fotos, a função é nobre: compartilhar fotos em alta definição diretamente com seus contatos, sem aplicativo intermediário.

Se a Google um dia conseguir fazer uma integração decente e criar um ÚNICO bate-papo que funcione dentro de outros aplicativos da empresa (como Hangouts e Meet, que funcionam dentro do Gmail), muito melhor, é claro. Mas na ausência dessa integração, prefiro ter a opção de compartilhar as fotos dentro do próprio Google Fotos do que precisar usar outro aplicativo pra isso.


Saudades do chat do YouTube

Eu também gostava muito da opção de compartilhar vídeo dentro do próprio YouTube, sem abrir outra rede social. Se eu assistia um vídeo e queria compartilhar com as pessoas, eu fazia isso dentro do próprio YouTube e via várias vantagens nisso:

  • Eu não precisava sair do YouTube para compartilhar o vídeo, o que é muito útil se eu estiver em uma playlist ou no meio de um vídeo longo. Abrindo WhatsApp, Telegram, Messenger… eu facilmente perco o foco do que estou fazendo.
  • Se a pessoa tivesse desativado as notificações do YouTube no celular (como qualquer pessoa normal), ela ainda veria a notificação dentro do próprio YouTube quando o abrisse, o que, na minha opinião, seria o momento perfeito para ver uma dica de vídeo.
  • As indicações recebidas ficavam concentradas no YouTube ao invés de espalhadas em várias conversas de diversos aplicativos de mensagens. Infelizmente o YouTube desativou o recurso antes de que as pessoas aprendessem a usá-lo.

Por favor, Google! Mantenha o compartilhamento de fotos dentro do Google Fotos. E, se puder, devolva o compartilhamento de vídeos nas notificações do YouTube. Se conseguir fazer um único bate-papo decente que tenha todas essas opções, melhor ainda. Obrigada!

Até mais!




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são moderados pela autora do blog.